???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9883
Tipo do documento: Tese
Título: A política de cotas raciais na universidade pública brasileira: um desafio ético
Título(s) alternativo(s): The Politics of Racial Quotas in Brazilian public university: the ethical defy
Autor: Arbache, Ana Paula Ribeiro Bastos
Primeiro orientador: Casali, Alipio
Resumo: Esta Tese de Doutorado tem como propósito responder à pergunta: em que medida a experiência inaugural da implantação da política de cotas raciais na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) em 2003 resiste a uma crítica ética tendo as vozes dos estudantes cotistas autodeclarados negros ou pardos como protagonistas? O estudo ora exposto tem como objetivo aprofundar tal discussão com um olhar ético sobre a política contemporânea da reserva de vagas/cotas raciais no ensino superior Para a realização desse propósito a Tese apresenta um estudo de caso realizado na UERJ em 2003 2004 e 2005 e busca analisá-lo criticamente de um ponto de vista da ética de Enrique Dussel A pesquisa sobre esse tema fez-me debruçar sobre a história do ensino superior no Rio de Janeiro particularmente sobre a trajetória da UERJ Também levou-me a estudar a posição histórica do negro no Rio de Janeiro e de seus movimentos e agendas na perspectiva de relacionar as reivindicações passadas e as conquistas das cotas raciais na atualidade Com o intuito de aprofundar o entendimento sobre o assunto também examinei a chegada e a difusão das ações afirmativas no contexto brasileiro Para discutir a política de cotas raciais na UERJ apoiei-me teoricamente na Ética da Libertação de Dussel (2002) Considerei-a uma ética crítica capaz de denunciar sistemas hegemônicos produtores de exclusões e dominações ancorada na factibilidade da libertação dessas vítimas do sistema econômico político e cultural no contexto latino-americano Dussel pensa um sistema de eticidade que toma a vida das vítimas como princípio universal desta ética No caso identifico os estudantes autodeclarados negros ou pardos como as vítimas neste contexto de análise Esta Tese confirmou que o sistema de cotas raciais da UERJ/2003 pode ser considerado um sistema de eticidade crítico tendo-se os estudantes cotistas como sujeitos dessa ação Com isso espero contribuir com o aprimoramento de ações que possam ampliar as oportunidades de negros e pardos no ensino superior brasileiro entendendo essa ampliação como uma efetivação do desenvolvimento econômico social político cultural e ético da sociedade brasileira
Abstract: This Doctoral Thesis aims to answer the following question: at which extent the inaugural experience for establishing the policy of racial quotas in Universidade do Estado do Rio de Janeiro UERJ in 2003 resists to an ethical criticism having the voices of the quotist students self-declared Blacks or Browns as the protagonists? The study here proposed has the objective of deepening such discussion from an ethical vision upon the contemporaneous policies of the reserve of racial quotas in University In order to accomplish this proposal the Thesis presents a case study performed in UERJ in 2003 2004 and 2005 and intends to analyze it critically from a point of view of Enrique Dussels Ethics The research for this theme made me to focus on the history of universities in Rio de Janeiro particularly the UERJ s trajectory It also led me to study the historical position of the Black people in Rio de Janeiro their movements and agendas in the perspective of relating their past reivindications with the conquest of the racial quotas in the present days With the purpose of deepening the understanding on the matter I have also examined the arrival and the diffusion of the affirmative actions in the Brazilian context For discussing the policies of racial quotas in UERJ I relied theorically on Dussels Ethics of the Liberation (2002)I have considered it a critical ethics capable to denounce hegemonic systems producers of exclusions and dominations anchored on the factibility of the liberation of these victims of the economical political and cultural system within the Latin-American context Dussel thinks of a system of ethicity (ethical system) that takes the life of the victims as the universal principle of this ethics In this case I identify the students self-declared Blacks or Browns as the victims in this context of analysis This Thesis confirmed that the system of racial quotas in UERJ/2003 can be considered a critical ethical system) having the quotists as subjects of this action With such work I hope to contribute with the amelioration of actions that may increase the opportunities of Blacks and Browns in Brazilian universities understanding this improvement as effectiveness of the economical social political cultural and ethical development of the Brazilian society
Palavras-chave: UERJ
Negros e Pardos
Políticas Afirmativas
Cotas
Ética
Dussel
UERJ
Blacks and Browns
Affirmative Policies
Quotas
Ethics
Dussel
Ensino superior e Estado -- Brasil
Universidades e faculdades -- Brasil
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::CURRICULO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo
Citação: Arbache, Ana Paula Ribeiro Bastos. A política de cotas raciais na universidade pública brasileira: um desafio ético. 2006. 281 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9883
Data de defesa: 19-Apr-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Ana Paula R B Arbache.pdf1,53 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.