???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3584
Tipo do documento: Dissertação
Título: Política social e movimento social: projeto dos jesuítas na região de Perus/SP (1998 a 2008) experiência de protagonismo juvenil
Autor: Fritzen, Carlos
Primeiro orientador: Wanderley, Luiz Eduardo Waldemarim
Resumo: O presente trabalho objetiva elucidar elementos que contribuam à discussão e reflexão sobre política social integral, no marco da Globalização neoliberal que, com seus impactos negativos e positivos, resultou na segregação dos setores empobrecidos. Segregados nas periferias geográficas e sociais, embora com seus direitos sociais de cidadãos reconhecidos constitucionalmente, têm sido alvo de políticas sociais insuficientes e fragmentadas definidas pelo sistema neoliberal. De forma perversa, tal sistema os mantêm dependentes, não transforma efetivamente as realidades de miséria e pobreza nem gera a autonomia e protagonismo das populações, continuamente espoliadas de seus direitos; no outro extremo, cresce o acúmulo do capital em poder de poucos e a diferença na distribuição de renda se acentua. Nesse cenário, de proliferação de discursos oficiais de inclusão social , a sociedade civil organizada promove projetos sociais com foco estratégico de promoção e participação política em diversos movimentos sociais visando melhorias nas políticas sociais direcionadas à população em situação de vulnerabilidade econômica e social. A partir da pesquisa teórica e das bases sociais dos jesuítas, especialmente sobre políticas sociais, realizou-se o estudo de caso do Projeto Social mantido pelos jesuítas na periferia de Perus SP no período de 1998 a 2008, que ofereceu atividades de formação integral à comunidade pessoal, cidadã, profissional e de lideranças comunitárias. Os resultados respondem à hipótese inicial de que projetos sociais com esse enfoque impactam positivamente a vida dos jovens e de suas comunidades, diante da globalização neoliberal hegemônica e da resultante fragmentação das políticas sociais. Em especial, destacam-se a relevância da participação no desenvolvimento da percepção e consciência crítica dos participantes sobre os fenômenos sociais e da capacidade de atuação política individual e coletiva em diversos contextos. Adicionalmente são apresentados os limites, potencialidades e desafios de um projeto social dessa natureza e indicações para eventual redirecionamento da ação social dos jesuítas na região
Abstract: The present study aims to elucidate the elements which contribute to the discussion and reflection of social policy within the framework of neoliberal globalization considering that its positive and negative impacts have led to the segregation of impoverished sectors. Although with their social rights of citizens constitutionally recognized, as they are pushed to geographical and social peripheries, this group has been assisted by insufficient and fragmented social policies defined by the neoliberal system. Perversely, this system keeps them dependent and in this way, cannot effectively transforms the realities of misery and poverty nor generates the autonomy and leadership of the people, continually robbed of their rights, in the other extreme, growing accumulation of capital in the hands of a few and the difference in income distribution is accentuated. In this scenario, the proliferation of official discourses of "social inclusion ", non-governmental organizations promotes social projects with strategic focus on promoting political participation in various social movements for improvements in social policies directed at the population in a situation of economic and social vulnerability. From the theoretical research and the social bases of the jesuits, especially on social policies, there was a case study of the Social maintained by the jesuits in the outskirts of Turkeys - SP in the period 1998- 2008, which offered training activities integral to community - personal , civic , professional and community leaders. The results answer the initial hypothesis that social projects with this approach positively impact the lives of young people and their communities in the face of hegemonic neoliberal globalization and resulting fragmentation of social policies. In particular, this study highlights the importance of participation in the development of perception and critical awareness of the attendants about social phenomena and the ability of individual and collective political action in various contexts. Additionally shown are the limits, possibilities and challenges of a social project of this nature and indications for possible redirection of social action of the jesuits in the region
Palavras-chave: Política social
Projetos sociais
Formação integral
Jesuítas
Social policy
Social projects
Integral formation
Jesuits
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Fritzen, Carlos. Política social e movimento social: projeto dos jesuítas na região de Perus/SP (1998 a 2008) experiência de protagonismo juvenil. 2014. 162 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3584
Data de defesa: 18-Aug-2014
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Carlos Fritzen.pdf2,54 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.