REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/25785
Tipo: Tese
Título: Princípios da análise do comportamento que fundamentam a Instrução Programada e o Sistema Personalizado de Ensino
Autor(es): Pieretti, Ana Alice Reis
Primeiro Orientador: Pereira, Maria Eliza Mazzilli
Resumo: Existe uma demanda por cursos de Educação a Distância e Cursos Online Abertos e Massivos (MOOCs). Porém, a maneira como as ideias da Análise do Comportamento são retratadas na literatura de MOOCs apresentam muitas imprecisões. Considerando esse cenário, é importante pensar em um método de ensino efetivo e apresentar os pressupostos analítico comportamentais para educação. Assim, o presente trabalho teve como objetivo identificar princípios da Análise do Comportamento que sustentassem as propostas de Instrução Programada e do Sistema Personalizado de Ensino (PSI). Para isso, foram selecionados e analisados 28 textos publicados e 77 materiais não publicados escritos por Skinner que abordassem sobre Instrução Programada e máquinas de ensinar. Os materiais foram lidos na íntegra e analisados considerando as características da Instrução Programada e do PSI. Observou-se que a escrita de materiais sobre educação por Skinner foi mais frequente no final da década de 50 e início dos anos 60, após a qual, há poucos materiais produzidos neste tema. Os princípios da IP e PSI resultantes da análise foram: (a) o repertório dos alunos deve ser considerado para elaborar o programa; (b) os estímulos aversivos devem ser diminuídos e o acesso aos reforçadores, aumentado; (c) um repertório mais complexo depende da aquisição de outros, que devem ser modelados; (d) o professor passa a ter outros papéis além da transmissão de conteúdos, como: a identificação de repertório dos alunos, elaboração e revisão do material, descrição de objetivos de maneira comportamental, entre outras funções. Ao mesmo tempo, o aluno passa a ter um papel mais ativo; (e) a aquisição dos repertórios deve ser garantida pela programação de ensino; (f) uso de reforçamento imediato às respostas corretas; (g) construção de repertórios variados. A partir desta análise foi possível observar, também, que a visão dos autores de MOOC sobre a Análise do Comportamento está correta nos seguintes aspectos: (a) aprendizagem resulta da interação do organismo com o ambiente e está ligada a mudanças comportamentais; (b) papel do professor na elaboração do material de ensino. Porém, em outros aspectos, os autores apresentam uma noção errônea em relação à Análise do Comportamento e sua proposta para educação, como: (a) visão do behaviorismo como ultrapassado; (b) o aluno teria um papel passivo no ensino; (c) o objetivo do ensino seria a transmissão de informação, sem considerar a criatividade e pensamento crítico; (d) a visão analítico-comportamental para educação se aproxima do que ocorre tradicionalmente nas instituições de ensino. Outro aspecto abordado no presente trabalho são algumas possibilidades de contribuição dos princípios resultantes da análise do material de Skinner para os MOOCs, como: (a) avaliação do repertório do aluno para personalização do curso; (b) flexibilidade para finalização dos cursos; (c) organização do conteúdo do mais simples para o mais complexo; (d) apresentação de respostas constantes seguidas de feedback; (e) uso de esvanecimento de dicas; (f) revisão do material do curso; (g) elaboração de objetivos comportamentais
Abstract: There is a demand for Distance Education courses and Open and Massive Online Courses (MOOCs). However, the way in which Behavior Analysis ideas are portrayed in the MOOC literature presents many inaccuracies. Considering this scenario, it is important to think about an effective teaching method and present the behavioral analytical assumptions for education. Thus, this study aimed to identify the principles of Behavior Analysis that supported the proposals for Programmed Instruction and the Personalized System of Instruction (PSI). To do this, 28 published texts and 77 unpublished materials written by Skinner that addressed Programmed Instruction and teaching machines were selected and analyzed. The materials were read as a whole and analyzed considering the characteristics of Programmed Instruction and PSI. It was observed that the writing of materials on education by Skinner was more frequent in the late 1950s and early 1960s, after which, there are few materials produced on this topic. The principles of IP and PSI resulting from the analysis were: (a) the students' repertoire must be considered when designing the program; (b) aversive stimuli must be reduced and access to reinforcers increased; (c) a more complex repertoire depends on the acquisition of others, which must be modeled; (d) the teacher takes on other roles in addition to transmitting content, such as: identifying the students' repertoire, preparing and reviewing the material, describing objectives in a behavioral manner, among other functions. At the same time, the student takes on a more active role; (e) the acquisition of repertoires must be guaranteed by the teaching program; (f) use of immediate reinforcement to correct answers; (g) construction of varied repertoires. From this analysis, it was also possible to observe that the view of the authors of MOOC on Behavior Analysis is correct in the following aspects: (a) learning results from the interaction of the organism with the environment and is linked to behavioral changes; (b) role of the teacher in the preparation of teaching material. However, in other aspects, the authors present an erroneous notion in relation to Behavior Analysis and its proposal for education, such as: (a) view of behaviorism as outdated; (b) the student have a passive role in teaching; (c) the objective of teaching would be the transmission of information, without considering creative and critical thinking; (d) the behavioral-analytic view of education is similar to what traditionally occurs in educational institutions. Another aspect addressed in this work are some possibilities of contribution of the principles resulting from the analysis of Skinner's material for MOOCs, such as: (a) evaluation of the student's repertoire for the customization of the course; (b) flexibility to complete courses; (c) organization of content from the simplest to the most complex; (d) presentation of constant responses followed by feedback; (e) use of fading of hints; (f) review of course material; (g) elaboration of behavioral goals
Palavras-chave: Instrução Programada
Sistema Personalizado de Ensino
Máquinas de ensinar
B.F. Skinner
Programmed Instruction
Personalized System of Instruction
Teaching machines
B.F. Skinner
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento
Citação: Pieretti, Ana Alice Reis. Princípios da análise do comportamento que fundamentam a Instrução Programada e o Sistema Personalizado de Ensino. 2022. Tese (Doutorado em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2022.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/25785
Data do documento: 4-Fev-2022
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ana Alice Reis Pieretti.pdf803,45 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.