???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22083
Tipo do documento: Tese
Título: Perspectiva realista da filosofia de Karl-Otto Apel
Autor: Silva, Antonio Wardison Canabrava da 
Primeiro orientador: Ibri, Ivo Assad
Resumo: A presente tese tem a finalidade de demonstrar a perspectiva realista da filosofia de Karl-Otto Apel. Nesse sentido, a pesquisa buscará responder o seguinte questionamento: Apel, ao superar o nominalismo, como se presume, arquiteta uma filosofia de caráter realista? Tal questionamento possibilitará compreender como Apel, por um lado, estrutura o seu pensamento, em um profundo diálogo com os mais insignes filósofos modernos e contemporâneos e, por outro, absorve, no interior do seu legado filosófico, uma perspectiva realista. Para cumprir esta tarefa, a primeira parte analisará a epistemologia pré-semiótica: nominalismo. O primeiro capítulo travará uma discussão com a filosofia analítica, a partir do seu principal representante, Wittgenstein; o segundo, com a filosofia hermenêutica, com base em Heidegger. Trata-se, respectivamente, de uma análise crítica sobre a ambiguidade, desdobramento e tentativa de resolução da filosofia analítica e a tradição hermenêutica e crítica de sentido, perspectivas essas consideradas por Apel abstrativas e, por isso, incapazes de especular sobre o sentido e a validade da verdade. A segunda parte discorrerá sobre a epistemologia semiótico-pragmática: realismo. O terceiro capítulo abordará os fundamentos da filosofia de Apel, que consiste na transformação semiótica da lógica transcendental de Kant. Apel, com Peirce, intenta responder à pergunta kantiana sobre as condições de possibilidades e validade do conhecimento. Desenvolve, com isso, uma perspectiva hermenêutica para a ilimitada comunidade de comunicação; o quarto e o quinto capítulos refletem sobre os elementos fundamentais da filosofia de Apel: o conceito transcendental-hermenêutico de linguagem, a teoria da verdade, a fundamentação última da filosofia e a ética do discurso. Tais capítulos buscam demonstrar, como se presume, a perspectiva realista da filosofia de Apel, isso quer dizer, o caráter fenomenológico – por isso, não restrito a uma antropologia ou epistemologia, nem mesmo a uma metafísica – no interior do seu pensamento. Apel desenvolve uma filosofia no contexto da virada linguística do século XX como transformação da tradição metafísica e transcendental. Com e além de Kant, Wittgenstein, Heidegger, Peirce, Gadamer, entre outros, desenvolve uma filosofia pós-convencional caracterizada pela linguagem transcendentalmente mediada em busca do consenso, em contraposição ao solipsismo metódico e à neutralidade científica. Constitui, assim, uma filosofia semiótico-transcendental, arquitetada no seio da linguagem, intersubjetiva, em estreita ligação com o mundo real e, por isso, uma filosofia de caráter realista
Abstract: This thesis aims to demonstrate the realist perspective of Karl-Otto Apel's philosophy. In this sense, it will seek to answer the following question: Does Apel, when overcoming nominalism, as it is presumed, architect a philosophy from a realist perspective? Such questioning will enable the comprehension of how Apel, on the one hand, structures his thinking in a profound dialogue with the most distinct modern and contemporary philosophers, and, on the other hand, absorbs a realist perspective within his philosophical legacy. To accomplish this task, the first part will analyze the pre-semiotic epistemology: nominalism. The first chapter will engage in a discussion with analytical philosophy, from its main representative, Wittgenstein; the second, with hermeneutic philosophy, based on Heidegger. It is, respectively, a critical analysis about the ambiguity, unfolding and attempt to solve the analytical philosophy and the hermeneutic and critical tradition of meaning, perspectives which are considered abstract by Apel and, therefore, unable to speculate on the meaning and validity of truth. The second part will discuss the semiotic-pragmatic epistemology: realism. The third chapter will address the foundations of Apel's philosophy, which consists in the semiotic transformation of Kant's transcendental logic. Apel, with Peirce, attempts to answer the Kantian question about the conditions of possibilities and validity of knowledge. He develops, therefore, a hermeneutical perspective for the unlimited community of communication; the fourth and fifth chapters reflect on the fundamental elements of Apel's philosophy: the transcendental-hermeneutic concept of language, the theory of truth, the ultimate foundation of philosophy, and the ethics of speech. Those chapters seek to demonstrate, as can be presumed, the realist perspective of Apel's philosophy, that is to say, the phenomenological character – hence not restricted to anthropology or epistemology, not even to metaphysics – within his thinking. Apel develops a philosophy in the context of the twentieth-century linguistic turn as a transformation of the metaphysical and transcendental tradition. With and beyond Kant, Wittgenstein, Heidegger, Peirce, Gadamer, and others, he develops a postconventional philosophy characterized by transcendentally mediated language in search of consensus, as opposed to methodical solipsism and scientific neutrality. It thus constitutes a transcendental-semiotic philosophy, developed within language, intersubjective, in close connection with the real world and, therefore, a philosophy from a realist perspective
Palavras-chave: Linguagem e línguas
Apel, Karl-Otto
Consenso
Realismo
Language and languages
Consensus
Realism
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia
Citação: Silva, Antonio Wardison Canabrava da. Perspectiva realista da filosofia de Karl-Otto Apel. 2019. 152 f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/22083
Data de defesa: 13-Mar-2019
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Antonio Wardison Canabrava da Silva.pdf1,58 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.