???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21551
Tipo do documento: Tese
Título: Timelink: um novo “tempo” para a TV digital aberta
Título(s) alternativo(s): Timelink: a new “time” for open digital TV
Autor: Teixeira, Stanley Cunha 
Primeiro orientador: Teixeira, Pollyana Ferrari
Resumo: O processo de digitalização de informações e a posterior convergência das mídias digitais estão promovendo uma quebra de paradigmas que certamente vai afetar a forma como será elaborada a programação dos canais da TV aberta. Mesmo ainda não estando claro que tipo de impacto isto terá sobre o telespectador, vislumbra-se uma tendência de “appificação”, ou seja, de transformação dos canais em aplicativos (apps), que passarão a dividir espaço no ecossistema da tela com outros softwares atualmente utilizados em tablets e smartphones. Assim, a disputa pela audiência vai ocorrer não apenas entre as emissoras, mas também com os demais apps que hoje atraem a atenção nas mídias móveis, como jogos, redes sociais, mensageiros etc. Como um veículo tipicamente contador de histórias, a TV não poderá fechar os olhos para a linguagem interativa popularizada pelas mídias digitais. Porém, em especial no caso das TVs comerciais, um dos principais desafios para incorporar o recurso da interatividade será flexibilizar o tempo da grade horária para comportar o “tempo de leitura” e o “tempo de ação” que são subjetivos e diferentes para cada telespectador. Para isso, este estudo propõe a ruptura com a ideia de timeline da programação para adotar o conceito de Timelink. Ao substituir a “linha do tempo” pela “rede do tempo”, sugerimos outro paradigma para o telespectador que, a partir de um novo suporte tecnológico, uma nova arquitetura e um novo design das informações na tela, terá o próprio tempo da TV ao alcance do controle remoto. Isto permitirá não apenas uma nova experiência diante da televisão, mas principalmente alcançar o principal objetivo do Sinal Brasileiro de TV Digital Terrestre, que é minimizar os efeitos da “exclusão digital”, considerada pela ONU como um dos principais fatores de exclusão social em todo o mundo
Abstract: The process of information digitization and the subsequent convergence of digital media are promoting a breakdown of paradigms that will certainly affect the way in which the programming of the open TV channels will be elaborated. Even though it is still unclear what kind of impact this will have on the viewer, there is a trend towards "appification", that is, the transformation of the channels into applications (apps), which will divide space in the screen ecosystem with other software currently used in tablets and smartphones. Thus, the audience dispute will occur not only between broadcasters, but also with other apps that attract attention in mobile media, such as games, social networks, messengers, and so on. As a typical storyteller, TV cannot ignore the interactive language popularized by digital media. However, especially in the case of commercial TVs, one of the main challenges to incorporate the interactivity feature will be to flexibilize the time of the hourly grid to include the "reading time" and the "time of action" that are subjective and different for each viewer. For this, this study proposes the break with the idea of “timeline” to adopt the “Timelink” concept. By replacing the "time line" with the "time network", we suggest another paradigm for the viewer who, from a new technological support, a new architecture and a new information design on the screen, will have the TV time itself to the reach of the remote control. This will allow not only a new experience in front of television, but also the main objective of the Brazilian Digital Terrestrial TV signal, which is to minimize the effects of "digital exclusion", considered by the UN as one of the main factors of social exclusion in Worldwide
Palavras-chave: Timelink
Tempo
TV digital
Narrativas interativas
Inclusão digital
Time
Digital TV
Interactive narratives
Digital inclusion
Área(s) do CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia da Inteligência e Design Digital
Citação: Teixeira, Stanley Cunha. Timelink: um novo “tempo” para a TV digital aberta. 2018. 236. Tese (Doutorado em Tecnologia da Inteligência e Design Digital) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia da Inteligência e Design Digital, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21551
Data de defesa: 13-Sep-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Tecnologia da Inteligência e Design Digital

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Stanley Cunha Teixeira.pdf3,27 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.