???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16684
Tipo do documento: Dissertação
Título: Obesidade infantil: uma proposta de tratamento comportamental
Título(s) alternativo(s): Childhood obesity: A suggestion of behavioral treatment
Autor: Cruz, Maria Tereza Monteiro da 
Primeiro orientador: Malerbi, Fani Eta Korn
Resumo: O objetivo da presente pesquisa foi avaliar um programa de economia de fichas para modificar o comportamento de crianças obesas. Participaram do estudo dois jovens do sexo masculino com idades de 10 e 11 anos uma adolescente com 15 anos, todos apresentavam peso excessivo para a idade e freqüentavam uma ONG voltada para o tratamento da obesidade infantil e suas mães. A pesquisadora emprestou uma filmadora para os participantes e solicitou que P1 filmasse o almoço e o jantar cinco vezes por semana e P2 e P3 filmassem o café da manhã, almoço e jantar todos os dias da semana. Os filmes eram entregues semanalmente à pesquisadora que categorizava a adesão ao plano alimentar elaborado pela nutricionista da ONG em três classes: adesão total, adesão parcial ou não aderiu. Um observador independente categorizou 20% das filmagens de cada participante para calcular a concordância com a pesquisadora. Primeiramente, ocorreu apenas a observação e o registro da adesão ao plano alimentar para todos os participantes. Além de analisar os filmes, a pesquisadora entrevistava-os, três vezes por semana, questionando a respeito da qualidade e da quantidade de alimento e do número de refeições feitas no dia anterior. Depois que a adesão ao plano alimentar atingiu a estabilidade no almoço e no jantar para P1, vindo a atingir também a estabilidade nas três refeições filmadas para P2 e P3, as mães passaram a receber instrução para fornecer fichas para os filhos quando se serviam de acordo com o plano alimentar e depois trocá-las por itens preferidos pelos jovens. Após P1 passar a aderir ao plano alimentar, sua mãe recebeu instrução para fornecer-lhe fichas pela adesão aos lanches da manhã e da tarde segundo o delineamento de Linha de Base Múltipla e suspender o fornecimento de fichas no almoço e no jantar. A mãe de P1 interrompeu a participação no estudo antes que pudesse ter sido observada uma perda de peso dele. P2 e P3 foram submetidos apenas às fases de Linha de Base e Reforçamento da adesão ao plano alimentar no café, almoço e jantar. Os resultados mostraram que para todos os participantes houve melhora na qualidade da alimentação após o fornecimento de fichas para a adesão ao plano alimentar. Apesar disso, P1 ganhou peso durante o estudo, mantendo-se dentro da classificação de obesidade. P2 perdeu peso, porém não o suficiente para deixar de ser considerada obesa. P3 foi o participante que mais perdeu peso, atingindo um peso considerado normal para a sua idade. O delineamento intrasujeito empregado evidenciou a necessidade de criar um procedimento individualizado, considerando as idiossincrasias dos participantes. Os dados também apontaram a importância da família, disponibilizando alimentos adequados, evitando alimentos excessivamente calóricos e com baixa qualidade nutricional e reforçando os comportamentos alimentares saudáveis
Abstract: The objective of this work was to evaluate a program of token economy to modify the behavior of obese children. Two male youngsters aged 10 and 11 years old and an adolescent girl aged 15 years old participated in the research, all of whom where above the desired weight and sought a non-profitable organization aimed at treating childhood obesity and their mothers. The researcher lent a movie camera to the participants and asked that P1 filmed lunch and dinner five times a week and asked that P2 and P3 filmed breakfast, lunch and dinner every day of the week. The videos were delivered weekly to the researcher, who categorized the adherence to the food orientation provided by the nutritionist from the non-profitable organization in three classes: total adherence, partial adherence and non-adherence. An independent observer categorized 20% of each participant s videos to calculate the agreement between the researchers. Initially, it was only taken observation and register of the adherence to the nutritional orientation for all the participants. Besides the video analysis, the researcher interviewed the participants three times a week, asking about the quality and quantity of the food and number of meals made on the day before. After the adherence to the nutritional orientation reached stability in lunch and dinner for P1, eventually reaching stability on the three filmed meals for P2 and P3, their mothers received instruction to give tokens to their children when they served themselves according to the nutritional orientation then exchanging the tokens for tangible items preferred by de youngsters. After P1 adhered to the nutritional orientation, his mother received instruction to give tokens for the adherence to the morning and afternoon snacks according to the Multiple Base Line design and to suspend the tokens in the lunch and dinner. P1 s mother suspended their participation in the study before it was possible to observe any weight loss. P2 and P3 were submitted to the Base Line and Reinforcement phase of the adherence to the nutritional orientation in breakfast, lunch and dinner. The results showed a better quality of food consumption for all participants after the token delivery for the adherence to the nutritional orientation. Despite that, P1 gained weight during the study, remaining in the obesity classification. P2 lost weight but not enough to abandon the obese classification. P3 was the participant who lost the largest amount of weight, reaching a normal weight for his age. The intra-subject applied also showed the necessity to create a individualized procedure, considering the idiosyncrasies of the participants. The data also showed the importance of the family, offering adequate food, avoiding excessive caloric food and with low nutritional quality and reinforcing healthy feeding behavior
Palavras-chave: Obesidade infantil
Economia de fichas
Adesão ao plano alimentar
Linha de base múltipla
Childhood obesity
Token economy
Adherence to nutritional orientation
Multiple base line
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento
Citação: Cruz, Maria Tereza Monteiro da. Childhood obesity: A suggestion of behavioral treatment. 2012. 86 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16684
Data de defesa: 11-May-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Tereza Monteiro da Cruz.pdf703,74 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.