???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15951
Tipo do documento: Dissertação
Título: Gênero e suas manifestações na primeira infância: um estudo com crianças de 21 a 30 meses de idade
Título(s) alternativo(s): Gender and its manifestations in early childhood: a study with children between 21 and 30 months old
Autor: Paludeto, Simone Priscila 
Primeiro orientador: Maluf, Maria Regina
Resumo: O sexo é herdado geneticamente, mas a participação da criança em um determinado grupo social e cultural deve ser construída. Estudos anteriores sugerem que entre 16 e 24 meses a criança já possui noções de identidade de gênero, conseguindo categorizar os objetos culturalmente apropriados ao gênero masculino e culturalmente apropriados ao gênero feminino. A presente pesquisa investiga as manifestações de identidade de gênero em crianças de 21 a 30 meses de idade, sob a influência da companhia de outra criança do mesmo sexo ou do sexo oposto. O estudo propõe verificar duas hipóteses. A primeira é a de que as crianças sejam influenciadas, durante a escolha e a manipulação de objetos, pelo sexo da criança parceira. A segunda é a de que se essa referência de gênero existe entre meninos e meninas, cuja manifestação de comportamentos imitativos será influenciada pelo gênero da criança parceira. Participaram desse experimento 12 crianças, com idades compreendidas entre 21 e 30 meses, sendo seis meninos e seis meninas, de nível socioeconômico médio alto. Foram formadas tanto díades de crianças do mesmo gênero quanto mistas. O procedimento consistiu em colocar as díades de crianças diante de brinquedos considerados ou masculinos ou femininos e observar suas escolhas e imitações. Cada díade de criança foi filmada durante 20 minutos na presença de objetos considerados apropriados ao gênero masculino e ao gênero feminino. Foram analisadas as escolhas das crianças, os comportamentos imitativos e o tempo de manipulação dos objetos. O estudo demonstrou que houve influência da criança parceira nas escolhas e nas manipulações de objetos. Nas díades de meninos predominou a manipulação de objetos apropriados ao gênero masculino e nas díades de meninas predominou a manipulação de objetos ao gênero feminino. No entanto, a frequência de escolha e manipulação de objetos femininos pelos meninos aumentou em díades mistas. No que se refere à imitação, os meninos mostraram uma tendência maior em imitar as meninas do que as meninas em imitar os meninos
Abstract: Sex is genetically inherited, but the child's participation in a particular social and cultural group must be built. Previous studies suggest that between 16 and 24 months old the child already has notions of gender identity, being able to categorize objects culturally appropriate to males and females. This research investigates the manifestations of gender identity in children between 21 and 30 months of age under the influence of the company of another child of the same sex or opposite sex. This study proposed to verify two hypotheses. The first is that children are influenced by the sex of their child partner selecting and manipulating objects. The second is that if this mentioned gender reference exists between boys and girls, the manifestation of imitative behavior will be influenced by the gender of the child partner. 12 children between 21 and 30 months old participated in the experiment, six boys and six girls, medium to high social-economic level. Dyads were formed using children of the same gender and children of mixed gender. The procedure consisted of placing the dyads of children in the presence of toys, some of them suitable for boys and other suitable for girls, and watch their choices and imitations. Each child dyad was videotaped during 20 minutes in the presence of objects considered appropriate for males and females. The following were analyzed: objects chosen by children, imitative behavior and time of manipulation of objects. The study showed that child s choices and objects manipulations were influenced by their partners. In dyads exclusively male prevail the manipulation of objects appropriate to the male gender, and in exclusively female dyads prevail the manipulation of objects appropriate to the female gender. However the frequency of choice and manipulation of female objects by male children increased in mixed dyads. With respect to imitation, the boys showed a greater tendency to imitate the girls than girls to imitate the boys
Palavras-chave: Identidade de gênero
Brinquedos
Diferenças de gênero
Gender identity
Toys
Gender differences
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação
Citação: Paludeto, Simone Priscila. Gender and its manifestations in early childhood: a study with children between 21 and 30 months old. 2010. 74 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15951
Data de defesa: 18-Oct-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Simone Priscila Paludeto.pdf1,04 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.