???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14725
Tipo do documento: Dissertação
Título: Denegação e desidentidade: a metaficção historiográfica em Nove noites, de Bernardo Carvalho
Título(s) alternativo(s): Denegation and non-identity: the historiographical metafiction in Bernardo Carvalho s Nove noites
Autor: Sakai, Luiz Guilherme Fernandes da Costa 
Primeiro orientador: Junqueira, Maria Aparecida
Resumo: Este estudo discute a questão da construção e interpelação da identidade na literatura contemporânea brasileira pela via do romance histórico e da metaficção historiográfica, estudados por Györg Lukács e Linda Hutcheon, respectivamente. Essas duas vertentes do gênero literário romance revelam uma díspar relação com os acontecimentos verídicos de que se apropriam. O romance histórico, surgido no século XIX, utiliza-os para atestar a sua verossimilhança ficcional e, no contexto nacional, aliou-se à empreitada de formar uma identidade aos brasileiros. Ao passo que a metaficção historiográfica, que surgiu já na segunda metade do século XX, vale-se deles para questioná-los, desestabilizá-los e reescrevê-los. Nove noites, do ficcionista e crítico Bernardo Carvalho, aproxima-se dessa segunda vertente. Contudo, um levantamento da fortuna crítica desse escritor indicou um traço supostamente inverossímil em sua produção literária, que põe em xeque o sentido não apenas do discurso histórico, mas também da própria ficção. É partindo disso que este estudo objetiva investigar as fronteiras entre ficção e realidade (atrelada à história) e identidade e desidentidade em diálogo com o romance histórico e com a metaficção historiográfica. Apresentando também sua produção crítica, torna-se patente, nesta pesquisa, que Carvalho valoriza uma ficção experimental, inventiva, e refuta modismos e lugares-comuns em relação à literatura. Por isso, este trabalho coloca à prova a hipótese de que, por um lado, Nove noites, possuidor de características da metaficção historiográfica, ilustra e aponta para a dimensão da desidentidade, termo utilizado por Italo Moriconi para definir a crise pela qual o pensamento latino-americano tem passado no cenário globalizado. Por outro, o romance de Bernardo Carvalho, ao desestabilizar sua própria construção de sentido, extrapola a vertente a que inicialmente se associa, reforçando, em outro nível, o posicionamento que o escritor registra em seus textos críticos
Abstract: This study discusses the identity construction and interpellation in Brazilian contemporary literature through historical novel and historiographical metafiction, concepts studied by Györg Lukács and Linda Hutcheon, respectively. These two subgenres reveal a relation that is different from the truthful events in which the novel is based. The historical novel, emerged in 19th century, uses them to attest their fictional verisimilitude, and in the national context, it has joined the taskwork to build a Brazilian identity. The historiographical metafiction, which emerged in the second half of 20th century, uses the truthful events to question, destabilize and rewrite them. Nove noites, from the author Bernardo Carvalho, gets close to this second subgenre. However, a survey of Carvalho s critical fortune has indicated a supposed inverisimilitude trace in his literary production; this discovery questions not only the historical speech, but also the fiction itself. From this starting point, our study is going to investigate, especially in the chosen novel, the bounds between fiction and reality (linked to history) and identity and non-identity in a dialog with the historical novel and the historiographical metafiction. Presenting also Carvalho s critical production, it s evident in this research that he appreciates an experimental and inventive fiction, and denies trends and common sense in relation to literature. Therefore, this research challenges the hypothesis that, by one side, Nove noites has some historiographical metafiction characteristics and points out to a non-identity dimension, concept used by Italo Moriconi to define the crisis in which the Latin-American thought has been facing in this globalized scenery. In the other hand, when he destabilizes his own construction of sense, he overacts the subgenre in which he was primarily associated and strengthen, in another level, the position the writer registers in this critical texts
Palavras-chave: Bernardo Carvalho
Nove noites
Identidade-desidentidade
Romance histórico
Metaficção historiográfica
Realidade
None noites
Identity
Non-identity
Fiction
Historical novel
Historiographical metafiction
Reality
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Literatura
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Sakai, Luiz Guilherme Fernandes da Costa. Denegation and non-identity: the historiographical metafiction in Bernardo Carvalho s Nove noites. 2013. 101 f. Dissertação (Mestrado em Literatura) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14725
Data de defesa: 27-Sep-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luiz Guilherme Fernandes da Costa Sakai.pdf868,45 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.