Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9429
Tipo do documento: Dissertação
Título: A vulnerabilidade externa decorrente da posição internacional de investimento e do fluxo de rendas: uma análise da economia brasileira no período de 1953-1963
Autor: Noije, Paulo Van 
Primeiro orientador: Pires, Julio Manuel
Resumo: Este trabalho busca analisar a vulnerabilidade externa da economia brasileira, especialmente na esfera financeira, decorrente da Posição Internacional de Investimentos e do fluxo de rendas para o período de 1953 a 1963. Para tanto, é descrito que os estoques de passivos e ativos externos são determinados pelos saldos das transações correntes (obtidos pelo Balanço de Pagamentos) e pelas variações de valor dos mesmos (que não podem ser obtidas pelo Balanço de Pagamentos), sendo apresentada uma metodologia alternativa ao simples somatório de fluxos para inferir os valores dos passivos e ativos externos, especialmente no caso dos estoques dos Investimentos Estrangeiros Diretos. Já no capítulo 2 apresenta-se a Conjuntura Internacional do período, marcada pela situação de escassez de divisas, num contexto que lograva obter um forte crescimento através do Plano de Metas e de estímulos aos investimentos estrangeiros. Adicionalmente, são demonstradas as reformas cambiais do período. Por fim, no último capítulo faz-se uma análise das principais contas do Balanço de Pagamentos para o período e uma tentativa de elaboração da Posição Internacional de Investimentos decorrentes desses fluxos e das alterações de valor desses estoques, obtida através da metodologia apresentada no primeiro capítulo. Conclui-se pela deterioração da vulnerabilidade externa da economia brasileira causada pelo aumento do passivo externo líquido. Esse aumento foi causado, de acordo com a metodologia empregada, pela proporção de: a) 68% por causa do envio de rendas, principalmente pela elevação da participação dos juros em detrimento dos lucros e dividendos; b) em 37% pelas outras contas das transações correntes exceto rendas; c) e em -5% pelas variações de valor dos estoques, especialmente pelas desvalorizações dos passivos externos na forma de Investimentos Estrangeiros Diretos. Assim, a Posição Internacional de Investimentos estimada durante o período se elevou de -6%, em 1953, para -16% do Produto Interno Bruto em 1963, decorrente da queda das reservas internacionais e do grande aumento da dívida externa, fazendo com que a capacidade de resistência a choques externos da economia brasileira diminuísse
Abstract: This paper analyzes the external vulnerability of the Brazilian economy, especially in the financial sphere, arising from the International Investment Position and the flow of income for the period 1953 to 1963. Therefore, it is reported that the stocks of external assets and liabilities are determined by the balance of current account (obtained from the Balance of Payments) and the variations of the same value (which can not be obtained by the Balance of Payments), and presents a methodology alternative to the simple sum of flows to infer the values of liabilities and foreign assets, especially stocks of Foreign Direct Investment. In chapter 2 presents the International Situation of the period, marked by shortage of foreign currency, in a context which secured a strong growth through the Plano de Metas and incentives for foreign investment. Additionally, we demonstrated the reforms of the exchange period. Finally, the last chapter makes an analysis of key Balance of Payments for the period and an attempt of elaboration of the International Investment Position resulting from these flows and changes in value of inventories, obtained through the methodology presented in the first chapter. It is the deterioration of the external vulnerability of the Brazilian economy caused by the increase in net external liabilities. This increase was caused, according to the methodology employed, the proportion of: a) 68% because of shipping revenues, mainly by increasing the participation of interest at the expense of profits and dividends, b) 37% for other accounts current transactions except rents, c) and -5% for changes in value of stocks, especially by devaluations of foreign liabilities in the form of Foreign Direct Investment. Thus, the International Investment Position estimated during the period amounted to -6% in 1953 to -16% of Gross Domestic Product in 1963, due to the decrease in international reserves and the large increase of foreign debt, causing the resilience to external shocks of the Brazilian economy falls
Palavras-chave: Vulnerabilidade externa
Posição internacional de investimentos
Balanço de pagamentos
Plano de Metas
Economia brasileira
External vulnerability
International investment position
Balance of payments
The brazilian economy
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Economia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política
Citação: Noije, Paulo Van. A vulnerabilidade externa decorrente da posição internacional de investimento e do fluxo de rendas: uma análise da economia brasileira no período de 1953-1963. 2010. 199 f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9429
Data de defesa: 21-Jun-2010
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Paulo Van Noije.pdf2,82 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.