???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5309
Tipo do documento: Dissertação
Título: A pixação paulista e as vanguardas: poesia concreta no concreto
Autor: Gonçalves, Carolina Albuquerque 
Primeiro orientador: Motta, Leda Tenorio da
Resumo: A presente pesquisa estuda a pixação", um fenômeno da comunicação que ocorre exclusivamente nas metrópoles brasileiras, mais especificamente em São Paulo, onde surgiu. Trata-se de um tipo de intervenção sobre os muros da cidade que não se confunde com os graffitis coloridos nem com as demais inscrições aí lançadas, tais como pichações estas com "ch" com fins propagandísticos ou quaisquer outras formas de manifestações escritas com finalidade de marcar presença. A pixação aqui analisada teve início na periferia de São Paulo, nos anos 1980, juntamente com o movimento punk, em meio a uma disputa pelo espaço entre as gangues punk. Grafada com x por seus fazedores, ela assumiu formas visuais e ortográficas e possui regras que a distinguem como movimento cultural do povo suburbano que investe a cidade paulista como mídia para suas ressignificações do cotidiano. Esta pesquisa trata de mostrar como e por que a pixação é uma comunicação poética urbana e da periferia. Associando o fenômeno aos movimentos modernos e modernistas, a hipótese com que se trabalha é a de que temos aí também uma forma de arte . Ela possui as mesmas experimentação, ruptura com a tradição, fragmentação e desconstrução da figuração ou das letras das vanguardas, que reelaboram radicalmente a forma, tendendo a aproximá-la do caos. A exemplo de certos movimentos artísticos que a partir do final do século XIX se deixam influenciar pelas cidades modernas e seu novo modus vivendi, a pixação carrega o ruído urbano para a arte e para a poesia. Além dos referenciais vanguardistas, tais inscrições possuem interessantes explorações verbais e visuais associáveis às realizadas pela poesia concreta. A importância do trabalho para a área da Comunicação advém de a cidade ser usada como medium para este tipo específico de fazer. Além disso, será mostrado que pixadores, ao comunicar o modus vivendi suburbano através da subversão da ortografia formal, da inovação das formas caligráficas e do uso total do espaço metropolitano, transformam o que seria a mera comunicação de um grupo em um ato poético, ou artístico. Metodologicamente, trata-se de uma pesquisa de cunho bibliográfico e documental, cujo corpus é constituído de registros fotográficos, pesquisa de campo e anotações feitos pela autora. Os principais referenciais teóricos incluem as histórias da arte, das vanguardas e das vanguardas tardias e as teorias críticas para a arte moderna e contemporânea, aí incluídas aquelas voltadas para a poesia concreta brasileira
Abstract: This research analyses the "pixação", a phenomenon of communication that occurs exclusively in Brazilian cities, specifically in São Paulo, where it was created. This is a type of intervention on the city walls which shall not be confused with graffiti nor other definitions posted hereof, such as tags for marketing purposes or any other kind of striking people by means of written statements. The pixação presented herein had begun in São Paulo‟s outskirts in the 1980s, along with the punk movement, due to a dispute over the superiority between punk gangs. Spelled with an "x" by their makers it assumed visual forms, spelling rules and features that distinguish it as a folk cultural movement, which surrounds the suburban city of São Paulo as a media for their everyday designations. This research aims to show how and why pixação is an urban-poetic and outskirts communication. Associating the phenomenon to the modern and modernist movements, the hypothesis is: we also have a kind of "art". The pixação has the same segmentation, breaking with tradition, structure/letters and avant-garde deconstruction and fragmentation, which radically rethink the shape, tending to close it to chaos. Examples of artistic movements from the late nineteenth century are influenced by modern cities and their new modus vivendi, pixação carries urban noise to the art and poetry. In addition to the reference avant-gardes, these figures are verbal and visual interesting explorations assignable to those performed by the concrete poetry. The importance of this academic work to the Communication area comes from the city is being used as a medium for this particular kind of art. It will also be shown that graffiti writters in communicating the suburban modus vivendi by means of the formal spelling subversion, calligraphic forms innovation and full use of metropolitan space; they transform what would be a simple communication of a group in a poetic or artistic act. Methodologically, this is a bibliographic and documentary research, and its corpus is made up of photographic records, field survey and notes made by the author. The main theoretical frameworks include history of art, avant-garde and late avant-garde and critical theories to modern and contemporary art, including those related to the Brazilian concrete poetry
Palavras-chave: Pixação
Cultura urbana
Street art
Urban culture
Avant-garde
Concrete poetry
Grafitos -- Sao Paulo (cidade)
Arte de rua -- Sao Paulo (cidade)
Poesia concreta brasileira
Vanguarda (Estetica)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Gonçalves, Carolina Albuquerque. A pixação paulista e as vanguardas: poesia concreta no concreto. 2010. 203 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5309
Data de defesa: 28-May-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Carolina Albuquerque Goncalves.pdf8,51 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.