???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5283
Tipo do documento: Dissertação
Título: O X da questão: o fenômeno Xuxa e a construção das crianças com o X
Título(s) alternativo(s): The X in question: the phenomenon Xuxa and the construction of children whit the X
Autor: Sinval, Maria Julianna Formiga Moura 
Primeiro orientador: Baitello Junior, Norval
Resumo: O trabalho de pesquisa a seguir tem como proposta verificar o fenômeno Xuxa. O foco da análise é o estudo da imagem da apresentadora Xuxa, durante o programa Xou da Xuxa, como item predominante na captação do olhar do espectador. A escolha desta personagem leva em conta a identificação da audiência de massa com sua imagem. Xuxa inspira devoção e culto e muitas crianças a imaginavam como um ser mágico. Ela se tornou parte da infância de toda uma geração de brasileiros e por volta de 1990 era possível falar-se de uma geração Xuxa , um grupo que crescera durante a era da Xuxa. Partindo do questionamento a respeito de onde está a essência do sucesso da Rainha dos baixinhos e qual o pano de fundo que sustentou a sua imagem, pois Xuxa emergiu nos meios de comunicação como um símbolo sexual profissional e logo assumiu o papel de ídolo das crianças, nesse sentido a intenção do trabalho de pesquisa é mostrar como essa imagem transforma-se numa aparição espetacular fabricada pela mídia e como essa mesma imagem afeta o imaginário cultural. Dessa forma, realizou-se uma contextualização do cenário do Xou da Xuxa, uma recapitulação biográfica da apresentadora, onde foram destacados vários aspectos míticos, inerentes a figura do herói. Além disso, foram tratadas as questões da fama no contemporâneo, as questões do consumo infantil, como também os principais temas inseridos nesse processo: Televisão e Revista. Para tanto, a metodologia empregada foi constituída de uma fundamentação teórica, seleção de cenas da Xuxa durante o Xou da Xuxa, matérias publicadas em revista e análise crítica e reflexiva do conteúdo selecionado. Por meio da pesquisa bibliográfica, esse fascínio que a imagem midiática da Xuxa exerce nos telespectadores, foi analisado sob a luz de diversos estudiosos da comunicação, como Edgar Morin, Regis Debray, Muniz Sodré, Ciro Marcondes Filho, Malena Contrera e a noção de iconofagia proposta por Norval Baitello. Em dialogo e com apoio nos autores constatou-se que a imagem produzida pela TV nos captura através do seu conteúdo superficial e busca cada vez mais a captação do imaginário como espaço de exploração comercial, favorecendo as crianças uma atividade mental passiva. Portanto, a criança se torna mero espectador de fatos, incapacitando-a de emoções autenticas. A imagem dualística de Xuxa projetada na televisão é o suporte perfeito para conter a projeção do caráter dual da Deusa Vênus: Urânia (celestial) e Pandêmia (popular). Dessa forma a mídia retém a atenção dos telespectadores, adultos e infantis, e os envolvem com a luz de Vênus, que brilha intensamente com a beleza impecável. E é nesse excesso de luz que se faz presente a incomunicação
Abstract: The research then has to verify the proposed Xuxa phenomenon. The focus is the study of the image of Xuxa, during the program Xuxa, as the predominant item in capturing the look of the spectator. The choice of this figure takes into account the identification of the mass audience with his image. Xuxa inspires devotion and worship, and many children are thought to be a magician. She became part of the childhood of a whole generation of Brazilians and by 1990 it was possible to speak of a "generation Xuxa, a group that grew up during the era of Xuxa. Based on the discussion as to where is the essence of the success of the "Queen of baixinhos" and what the background that supported his image because Xuxa emerged in the media as a sex symbol training and soon took on the role of idol children in this sense the intention of the research is to show how the image is transformed into a spectacular appearance made by the media and how that image affects the cultural imaginary. Thus, there was a background scenery of Xuxa, a biographical summary of the presenter, where several issues were mythical figure attached to the hero. In addition, treated the issues of fame in contemporary issues of children's consumption, as well as the main themes included in this process: Television and Magazine. Therefore, the methodology consisted of a theoretical basis, selection of scenes during the Xuxa Xuxa, articles published in the journal and reflective and critical analysis of selected content. Through literature, this fascination that the media image of Xuxa has on viewers, has been examined in the light of various scholars of communication, such as Edgar Morin, Regis Debray, Muniz Sodré, Ciro Marcondes Filho, Malena Contreras and the notion of iconofagia proposal by Norval Baitello. In dialogue with and support the authors found that the image produced by the TV capture through its superficial content and search more and more to capture the imagination as a place for commercial exploitation, encouraging children a mentally passive activity. Therefore, the child becomes a spectator of events, preventing the authentic emotions. Image dualistic Xuxa projected on television is the perfect support to hold the projection of the dual character of the goddess Venus, Urania (heavenly) and Pandemic (popular). Thus the media retains the attention of viewers, adults and children, and engage in the light of Venus, which glows with the beauty impeccable. And that's too much light that makes this a "lack of communication
Palavras-chave: Fenômeno Xuxa
Televisão infantil
Imagem midiática
Erotização infantil
Xuxa phenomenon
Children TV
Media image
Erotization child
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Sinval, Maria Julianna Formiga Moura. The X in question: the phenomenon Xuxa and the construction of children whit the X . 2010. 99 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5283
Data de defesa: 23-Apr-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARIA JULIANNA FORMIGA MOURA SINVAL.pdf6,7 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.