REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/5240
Tipo: Dissertação
Título: Agentes inteligentes artificiais
Autor(es): Nakamiti, Eduardo Kiochi
Primeiro Orientador: Santos, Rogerio da Costa
Resumo: A explosão dos Agentes Inteligentes Artificiais, considerados superficialmente como elementos que apresentam raciocínio autônomo e cujas decisões influem processos, é uma realidade cada vez mais sentida no cotidiano dos seres humanos , principalmente nos meios de comunicação eletrônicos, entre usuários de serviços bancários, em acessos a serviços telefônicos, nos eletrodomésticos e em nossos entretenimentos. Sua presença é sentida às vezes pela facilidade de acesso a recursos muitas vezes de forma poderosa ou outras vezes de forma discreta. Também pode ser sentida de forma negativa, quando ocorre o bloqueio de uma operação bancária eletrônica sem explicação. Muito do aprendizado, hoje em dia, passa pela internet, e buscar informação na rede sem a ajuda de mecanismos de busca é desconcertante. Hoje em dia esses mecanismos nos oferecem mais do que simplesmente o resultado de uma procura. Eles parecem ter inteligência própria ao nos oferecer sugestões relacionadas ao nosso interesse. Esta forma de comunicação está se incorporando aos costumes e é fortemente influenciada pelos denominados agentes, contidos nos sistemas. Nesse trabalho, é feito um histórico do seu aparecimento e das inovações tecnológicas e culturais introduzidas, focalizando, primariamente, os primórdios da Inteligência Artificial para que seja construída uma visão clara e detalhada dos agentes inteligentes artificiais até o momento presente, a fim de que seja possível estabelecer uma trajetória hipotética de evolução futura. O referencial teórico do trabalho apóia-se na complexidade do tema abordado. Complexidade que evoca ferramentas e olhares distintos, dinâmicos e interatuantes, apontando para a computação e seus vários aspectos, a inteligência artificial e suas ferramentas; a cibernética como primeira arena de interdisciplinaridade e, atingindo a semiótica como ambiente e ferramenta de análise do processo de produção e mediação do conhecimento e as teorias da complexidade. O corpus da análise e interpretação restringe-se ao fenômeno dos Agentes Inteligentes Artificiais desde sua origem, a partir da inspeção de vários campos de conhecimento, necessários à compreensão do tema abordado. O trabalho levanta a hipótese da tendência marcante de pulverização e invisibilidade crescentes dos Agentes Inteligentes Artificiais, como elementos de apoio na tomada de decisão e controle da informação recebida
Abstract: The diffusion of Artificial Intelligent Agents, superficially considered as elements that have independent thinking and whose decisions influence processes in the everyday human reality increasingly known, especially in electronic media, the users of banking services, on access to telephone service in our home appliances and entertainment. Its presence is sometimes felt by the ease of access to resources often so powerful and sometimes so unnoticed. It can be perceived in a negative way, when access to electronic banking services is denied without explanation. Much of learning today, relies on Internet and getting information online without the help of search engines is disappointing. Today, these mechanisms offer more than simply the result of a search. They seem to have the intelligence to offer suggestions in relation to our interest. This form of communication that are incorporating to their customs, is strongly influenced by known agents, in computer systems. In this work, we will make a history of its appearance, and technological innovations and cultural, primarily focusing on the first Artificial Intelligence in order to built a clear, detailed view of the Artificial Intelligent Agents, at present, and to establish a hypothetical path for future developments. The methodological basis of work is based on the complexity of the issue addressed. Such complexity refers to tools and distinct views, dynamic and interactive, pointing to the computer and its various aspects, the artificial intelligence and its tools, the cyber arena of interdisciplinarity as the first and, to the environment and the semiotic analysis tool of the production and mediation of knowledge and theories of complexity. The corpus of the analysis and interpretation are circumscribed to the phenomenon of Artificial Intelligent Agents of nowadays and of the future, but for both, and according to the methodology adopted, the fields of knowledge are inspected more in the expectation of higher fidelity description. The main conclusion is the remarkable trend of spraying and increasing invisibility of Artificial Intelligent Agents, as elements of support in decision making and control of the environment and the information we received
Palavras-chave: Agentes inteligentes artificiais
Computadores
Artificial intelligent agents
Artificial intelligence
Robotics
Software
Computers
Cybernetics
Internet
Agentes inteligentes (Software)
Cibernetica
Inteligencia artificial
Internet
Robotica
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da Instituição: PUC-SP
metadata.dc.publisher.department: Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Nakamiti, Eduardo Kiochi. Agentes inteligentes artificiais. 2009. 91 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/5240
Data do documento: 1-Set-2009
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Eduardo Kiochi Nakamiti.pdf496,17 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.