???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4411
Tipo do documento: Tese
Título: Arte digital e sua institucionalização: lógica e condição transpolítica do campo da arte na cibercultura
Autor: Bandeira, Denise Adriana 
Primeiro orientador: Trivinho, Eugênio
Resumo: Esta Tese discutiu e refletiu criticamente a institucionalização e a configuração de um sistema de arte digital e, consequente, um regime. A maior parte da investigação foi realizada com a intenção de mapear e comparar determinada configuração desse campo artístico, seguindo critérios de Bourdieu (1982, 1996, 1998, 2004). Por conseguinte, tratou-se de identificar um conjunto de instituições e de agentes, em situação de diferenciação e multiplicação, também sintomas da configuração de um campo artístico. Para tal, foram considerados dois momentos: antecedentes ou de emergência, entre 2000 e 2005 e de autonomia, entre 2005 e 2010. Em relação aos conceitos trabalhados sobre o conjunto desta pesquisa, optou-se por seguir o arcabouço teórico desenvolvido na lógica da dromocracia cibercultural e, em especial, o conceito de transpolítica de autoria de Trivinho (1998, 2001a, 2007) e, também, aspectos da argumentação de Virilio (1984, 1996, 2005). Um primeiro levantamento, processual e empírico de fóruns e sites e, também, de temas debatidos nas listas de discussão, qualificados como canais midiáticos, contribuiu para delimitar uma taxonomia durante a emergência do campo da arte digital. No curso dessas etapas investigativas, foram estudadas e cotejadas diferentes metodologias de pesquisa: qualitativa, quantitativa e com processos automatizados aplicados à rede Internet e aos bancos de dados online (em especial, de redes semânticas). Na sequência, conforme já delimitado, abordaram-se aspectos da institucionalização da arte digital, configurados por uma estrutura objetiva do espaço social e, principalmente, por uma infraestrutura de base infotecnológica, segundo o modus operandi da dromocracia cibercultural e a condição transpolítica (TRIVINHO, 2007). Muitos desses arranjos comunicativos e práticas artísticas ocorreram virtualmente e intercalados com comunicações presenciais nos eventos da área e com divulgação em publicações impressas, numa combinação típica da cibercultura entre acontecimentos e processos online e outros fatos em contexto off-line. No âmbito dessas manifestações, selecionou-se exemplarmente o festival Ars Electronica (Linz Áustria), considerando-se seu papel como instância de consagração na institucionalização do campo da arte digital, especialmente, quanto às posições de agentes e instituições. Nessa etapa, adotou-se uma metodologia comparativa relativa às estruturas do sistema da arte tradicional (BOURDIEU, 1982, 1989, 1996, 2003a; 2004) e, especialmente, da arte contemporânea (CAUQUELIN, 2005a, 2005b). Finalmente, esta Tese analisa a institucionalização da arte digital, por sugerir amplamente a constituição do campo da arte digital na cibercultura sem impingir fronteiras, tendo em vista os diferentes estados e configurações partilhados internacionalmente
Abstract: This thesis involved a critical discussion and reflection about the institutionalization and design of a digital art system, and hence, a regime. The purpose of most of the investigation was to map and compare a given configuration of this artistic field according to the criteria of Bourdieu (1982, 1996, 1998, 2004). Therefore, it involved identifying a set of institutions and agents, in a situation of differentiation and multiplication, as well as symptoms of the composition of an artistic field. To this end, two moments were considered: antecedents or the moment of emergence, between 2000 and 2005, and autonomy, from 2005 to 2010. With regard to the concepts examined in the overall research, our choice fell on the theoretical framework developed in the logic of cybercultural dromocracy, and particularly, the concept of transpolitics authored by Trivinho (1998, 2001a, 2007), as well as aspects of the argumentation of Virilio (1984, 1996, 2005). An initial processual and empirical survey of forums and sites, as well as themes debated in discussion lists and qualified as mediatic channels, contributed to demarcate a taxonomy during the emergence of the field of digital art. In the course of these investigative phases, different research methodologies were studied and compared: qualitative, quantitative, and with automated processes applied to the Internet and online databases (particularly of semantic networks). This was followed by a discussion of aspects of the institutionalization of digital art, represented by an objective structure of the social space, and especially, by an information technology infrastructure, according to the modus operandi of cybercultural dromocracy and the transpolitical condition (TRIVINHO, 2007). Many of these communication arrangements and artistic practices occurred virtually and were intercalated with face-to-face communications at events in the area and publicized in printed publications, in a typical combination of cyberculture between events and online processes and other facts in an off-line context. Within the ambit of these manifestations, the Ars Electronica (Linz, Austria) festival was selected as exemplary, considering its role as an instance of recognition of institutionalization in the field of digital art, especially with regard to the positions of agents and institutions. In this phase, we adopted a comparative methodology with respect to the structures of the system of traditional art (BOURDIEU, 1982, 1989, 1996, 2003a; 2004), and particularly of contemporary art (CAUQUELIN, 2005a, 2005b). Lastly, this thesis analyzes the institutionalization of digital art by broadly suggesting the constitution of the field of digital art in cyberculture, without encroaching on boundaries, in view of the different states and frameworks shared internationally
Palavras-chave: Comunicação
Cibercultura
Arte digital
Sistema de arte
Transpolítica
Communication
Cyberculture
Digital art
Art system
Transpolitics
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Comunicação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica
Citação: Bandeira, Denise Adriana. Arte digital e sua institucionalização: lógica e condição transpolítica do campo da arte na cibercultura. 2012. 290 f. Tese (Doutorado em Comunicação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4411
Data de defesa: 21-Jun-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Denise Adriana Bandeira.pdf1,75 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.