???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4140
Tipo do documento: Tese
Título: William Shakespeare e a teoria dos Dois Corpos do Rei: a tragédia de Ricardo II
Autor: Silveira, José Renato Ferraz da 
Primeiro orientador: Chaia, Miguel Wady
Resumo: A tragédia da política é a certeza do inesperado, a constante reposição de energias humanas, o esforço para evitar o inevitável, a busca da ordem e da harmonia em face do desequilíbrio e do caos. Por meio de pesquisa teórica, este estudo volta-se para o entendimento acerca do impactante e devastador significado de política como tragédia, em que buscamos, com base na Hermenêutica, enfocar, relacionar, analisar o tempo histórico da obra de William Shakespeare, o governo do rei inglês Ricardo II, além da controversa teoria do direito divino dos reis reforçada, discutida e ampliada pelos juristas ingleses durante o governo da rainha Elisabeth (1558-1603). Foram selecionados como recortes para análise os conflitos, paradoxos, tensões, busca de legalidade e legitimidade, os iminentes envolvimentos dos seres humanos, numa dimensão trágica, em que vida e morte, ascensão e decadência, glória e fracasso são etapas inevitáveis e constitutivas da eterna disputa pelo poder político. Acreditamos que Shakespeare tenha alcançado revelar a tragédia dos Dois Corpos do rei nessa peça Ricardo II. Por essa razão, não se pode separar essa doutrina jurídica medieval da produção literária de Shakespeare e, se essa teoria esvaneceu no tempo, ainda possui, hoje, significado concreto e humano; isso, em grande parte, deve-se a ele. Consideramos, neste trabalho, que Shakespeare dominava o jargão de quase todo o ofício humano, além do contato deste com a fala constitucional e jurídica de seu tempo. Além disso, a concepção do poeta sobre a natureza gêmea do rei não depende de amparo somente constitucional, uma vez que a peça concebe, muito naturalmente, a natureza geminada do rei. Nesse sentido, esperamos que o estudo em pauta contribua para a busca do entendimento da teoria dos Dois Corpos do rei, que se constitui em uma ramificação do pensamento teológico cristão e, consequentemente, essa peça permaneça como marco da teologia política cristã
Abstract: The tragedy of the politics is the certainty of the unexpected, the constant replacement of human energies, the effort to avoid the inevitable, the search for order and harmony, in face of the imbalance and chaos. By means of theoretical research, this study comes to the understanding about the shattering and devastating meaning of politics as tragedy, in that it´s searched, by the Hermeneutic, focus, relate, analyze William Shakespeare´s work historical time, the English king Ricardo II government, beyond the controversial theory of the kings divine right reinforced, discussed and extended by the English jurists during Queen Elizabeth govern (1558-1603). It was selected, as analysis cuttings, the conflicts, paradoxes, tensions, search for legality and legitimacy, the imminent human beings involvement in a tragic dimension in which life and death, ascent and decadence, glory and failure are inevitable and constituents phases of the political power eternal dispute . It´s believed that Shakespeare has achieved reveal the Two Bodies of the king tragedy in that piece called Ricardo II. By that reason, that medieval legal doctrine of the Shakespeare literary output cannot be separated and, if that theory has been losing its meaning in time, it still has human and concrete meaning nowadays; this, in great extent, dues to him. It is considered, in this study, that Shakespeare dominated the jargon of almost all the human position, besides the contact of this with the constitutional and legal speech of his time. Besides that, the poet conception about the king twin nature does not depend on constitutional protection only, since the piece conceives, a lot naturally, the king twin nature. In that sense, it is expected that the present study contributes for the understanding search of the Two Bodies of the king theory, that it´s constituted in a ramification of the Christian theological thought and, consequently, that piece remains like a Christian political theology landmark
Palavras-chave: Tragédia
Política
Ricardo II
Doutrina jurídica dos dois corpos do rei
Tragedy
Politics
Richard II
Legal doctrine of the two bodies of the king
Shakespeare, William -- 1564-1616 -- King Richard II -- Critica e interpretacao
Ciencia politica
Reis e governantes
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Silveira, José Renato Ferraz da. William Shakespeare e a teoria dos Dois Corpos do Rei: a tragédia de Ricardo II. 2009. 167 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4140
Data de defesa: 3-Nov-2009
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jose Renato Ferraz da Silveira.pdf1,61 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.