???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4002
Tipo do documento: Tese
Título: Utopia e antiutopia contemporânea: a utopia da cidadania planetária e a antiutopia da sociedade de consumo
Título(s) alternativo(s): Contemporary utopia and anti-utopia: utopia of the planetary citizen and anti-utopia of consumer society
Autor: Araújo, Rogério Bianchi de 
Primeiro orientador: Rangel, Lucia Helena Vitali
Resumo: O objetivo desta tese é problematizar o papel da utopia na contemporaneidade e não explicá-la com todas as suas nuances, nem fazer a sua interpretação no decorrer dos mais variados contextos históricos. Esta tese não pretende esgotar o assunto devido à vastidão de referências utópicas, sobretudo dentro da área de estudos das Ciências Humanas. Faço um recorte epistemológico que permite pensar a utopia e a antiutopia contemporânea sob a perspectiva de alguns autores que me aproprio com a finalidade de conciliar seus pensamentos num caminho que parece ser o mais adequado para compreender o espaço da utopia na contemporaneidade. Por meio da análise de algumas obras de Gianni Vattimo e Edgar Morin discuto a necessidade da criação de um novo paradigma de pensamento que nos permita a religação da objetividade e da subjetividade perdida desde o paradigma cartesiano. A utopia se constrói também com ética e princípios que norteiam o pensar utópico. Ela comporta em si uma objetividade de pensamento que se constrói na relação dialógico entre as possibilidades concretas de realização e as possibilidades imaginárias do sonho acordado. Nesse sentido, tomei como referência o Princípio Esperança de Ernst Bloch e o Princípio Responsabilidade de Hans Jonas de forma complementar e não antagônica. Por fim, pretendi demonstrar que a utopia da construção da cidadania planetária é incentivada por meio da expansão da sociedade de consumo a qual considero como a antitutopia contemporânea. Alguns autores, tais como Jean Baudrillard e Zygmunt Bauman são referências importantes para problematizar os efeitos desastrosos da sociedade de consumo. Como método de trabalho e pesquisa, além dos autores citados, utilizei em toda a tese os referenciais do cinema e de obras literárias para justificar as minhas argumentações dado que a utopia contém dimensões objetivas e subjetivas de análise. É possível afirmar que na contemporaneidade ela não desapareceu, mas se faz com novos paradigmas que esta tese procura discutir
Abstract: The objective of this thesis is to problematize the role of utopia in contemporaneity without explaining all its nuances, nor to attempt to come up with an interpretation of utopia throughout various historical contexts. This thesis does not intend to be a conclusive study given the wealth of references on utopia, particularly in the area of study of Human Sciences. I am focussing on a part of an epistemological study, which permits us to think about contemporary utopia and anti-utopia from the perspective of some authors, whose ideas I will use with the purpose of bringing their thoughts together in a way that seems most appropriate to comprehend the role of utopia in contemporaneity. By analyzing some of Gianni Vattimo and Edgar Morin s works, I will discuss the necessity to create a new paradigm of thought, which permits us to reconnect to objectivity and subjectivity, which were lost after the Cartesian paradigm. Utopia is a development of ethics and principles, which guide utopian thought. It contains in itself an objectivity of thought which creates a dialogic relationship between the concrete possibilities of realization and the imaginary possibilities of day dreaming. Following this line of thought , I used, Ernst Bloch s Principle of Hope and Hans Jonas Principle of Responsibility as my references and in such a way that they would complement each other and not the contrary. In conclusion, I intend to demonstrate that the utopia of the development of a planetary citizenship is stimulated through the expansion of the consumer society, which I consider to be a contemporary anti-utopia. Some authors, such as Jean Baudrillard and Zygmunt Bauman are important references for problematizing the disastrous effects of the consumer society. I used various information sources, besides the authors cited, including references from cinema and literary works, which I used to justify my arguments given that utopia contains both objective and subjective dimensions of analysis. It is possible to affirm that in contemporaneity, it has not disappeared, rather, there are new paradigms that have emerged and this thesis seeks to discuss those
Palavras-chave: Distopia
Paradigma
Cidadania planetária
Utopia, Dystopia, Paradigm, Consumer, Planetary citizenship
Cidadania
Consumo (Economia) -- Aspectos sociais
Utopias
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Araújo, Rogério Bianchi de. Contemporary utopia and anti-utopia: utopia of the planetary citizen and anti-utopia of consumer society. 2008. 271 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/4002
Data de defesa: 11-Dec-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rogerio Bianchi de Araujo.pdf1,46 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.