???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3692
Tipo do documento: Tese
Título: O impacto das novas tecnologias sobre as competências profissionais da geração baby boomer
Autor: Rosso, Leila Urioste 
Primeiro orientador: Lazzareschi, Noemia
Resumo: Este estudo traz reflexões sobre a influência das novas tecnologias sobre as competências profissionais dos trabalhadores nascidos entre os anos de 1945 e 1967, pertencentes à chamada geração baby boomer. Justifica-se a escolha da geração baby boomer devido ser o grupo de pessoas que está há mais tempo no mercado de trabalho, além de estarem vivendo as mudanças ocorridas pela presença das novas tecnologias de informação e comunicação no ambiente de trabalho, tendo que se adaptar, já que se trata de um contexto bem diferente daquele, quando iniciaram suas carreiras profissionais. O problema de pesquisa deste estudo apresenta-se da seguinte forma: qual a influência das novas tecnologias sobre o desenvolvimento das competências profissionais da geração baby boomer? Quais competências esta geração precisou desenvolver para se manter e se adaptar às novas exigências do mercado de trabalho? Os objetivos gerais visam promover uma análise sobre a construção das competências dos trabalhadores da geração Baby Boomer diante do contexto das novas tecnologias e apresentar como se dava a organização do trabalho e quais as competências profissionais empregadas no início dessa atividade. Os métodos aplicados, neste estudo, foram o da Pesquisa Bibliográfica e o da Investigação denominado História de Vida. Foram utilizadas entrevistas semiestruturadas com a aplicação de um roteiro previamente elaborado. Constatou-se que o amadurecimento da revolução das tecnologias da informação na década de 1990 transformou o processo de trabalho, introduzindo novas formas de divisão técnica e social de trabalho, fazendo com que os trabalhadores da geração baby boomer desenvolvesse competências diferentes daquelas aplicadas sob o método produtivo taylorista/fordista. Trata-se de uma geração que aprendeu e começou a trabalhar com o modelo fordista/taylorista e, alguns, na metade de suas carreiras, precisaram se adaptar ao modo de produção toyotista, pautado no trabalho em equipe, na visão sistêmica, no processo de trabalho (e não mais na tarefa), além do empreendedorismo de suas próprias carreiras
Abstract: This study reflects on the influence of new technologies on the professional skills of workers born between the years 1945 and 1967, belonging to the so-called baby boomer generation. Justified the choice of the baby boomer generation as this is the group of people who are no longer in the labor market, and are living the changes by the presence of new information and communication technologies in the workplace, having to adapt since it is a very different context than when they started their professional careers. The research problem of this study is presented as follows: the influence of new technologies on the development of professional skills of the baby boomer generation? What this generation had to develop skills to maintain and adapt to new demands of the labor market? The general objectives aimed at promoting an analysis about building the skills of workers in the Baby Boomer generation on the context of new technologies and show how was the organization of work and what professional skills employed at the beginning of this activity. The methods used in this study were the Library Research and the Research called Life History. Semi-structured interviews were used with the application of a previously prepared script. It was found that the maturing of the revolution of information technology in the 1990s transformed the work process, introducing new technical and social division of labor, so that the workers of the baby boomer generation develop different skills from those applied in the method productive Taylor / Ford. This is a generation that learned and started working with Fordism / Taylorism and some in the middle of their careers, they had to adapt to Toyotist mode of production, based on teamwork, systemic vision in the process work (and no longer on the task), and the entrepreneurship of their own careers
Palavras-chave: Geração baby boomer
Competências
Novas tecnologias
Reestruturação produtiva
Baby boomer
Skills
New technologies
Productive restructuring
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Rosso, Leila Urioste. O impacto das novas tecnologias sobre as competências profissionais da geração baby boomer. 2015. 118 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3692
Data de defesa: 13-Nov-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Leila Urioste Rosso.pdf840,71 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.