???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3667
Tipo do documento: Dissertação
Título: A dimensão sociopolítica do documentário Dia de festa, de Toni Venturi
Autor: Souza, Claudia de
Primeiro orientador: Chaia, Miguel Wady
Resumo: A presente dissertação tem como tema a relação entre cinema e realidade social e como objeto de estudo a produção documental e sua relação com a sociedade brasileira, identificando-se uma grande sensibilidade desse gênero cinematográfico em relação às questões e problemas sociais. O documentário Dia de festa (2006), de Toni Venturi, foi escolhido como recorte para a verificação da hipótese que considera a produção documental responsável pela elaboração de um discurso crítico sobre a sociedade. Tentou-se identificar, por meio da estrutura narrativa deste documentário, os elementos que constituem seu discurso fílmico e as escolhas técnicas e estéticas por ele reveladas. A metodologia de pesquisa baseou-se no levantamento bibliográfico, na realização de entrevistas com o diretor Toni Venturi, na referência a outros documentários dedicados à abordagem de problemas sociais e na tentativa de estreitar a relação entre a produção teórica pesquisada e a estrutura do filme analisado. Sob essa orientação metodológica e com a finalidade de verificar a hipótese formulada, foi necessária uma breve exposição sobre a origem e a história do documentário até o surgimento do Cinema Direto e Verdade (Labaki, Catelli, Weller e Nichols), cujos desdobramentos repercutiram sobre a produção documental brasileira, sobretudo entre as décadas de 1960 e 1990 (Lins e Mesquita, Labaki, Lins, Xavier, Bernardet e Eduardo); foi preciso apontar as especificidades do gênero a partir dos anos 1990 no contexto da sociedade midiática, em que se destacaram alguns dispositivos e produções (Lins, Bentes, Lins e Mesquita) e investigar parte dos elementos que constituem sua estrutura, linguagem e discurso (Nichols e Puccini), situando-o no contexto da produção audiovisual contemporânea (Teixeira), e refletindo sobre sua valorização metodológica pelas ciências sociais, sobre sua relação com o conhecimento (Ibiapina e Menezes) e a relação entre arte e sociedade (Bergson, Head, Rosenfeld e Bastide)
Abstract: The present dissertation has as its main focus, the relation between cinema and social reality and as its object of study the documentary production and its relation to the Brazilian society; since the perception of such genre is related to other relevant questions and social problems. The documentary Dia de festa (2006), directed by Toni Venturi, was chosen to be the empiric constraint of the main study proposal in order to raise the hypothesis that considers documentary production to be responsible for the critique discourse development and social problems. Under those cited considerations, it has been attempted through the narrative and politic structure observed in this documentary, the elements that compound its cinematographic discourse and its technical options as well as its aesthetic revealed. The methodology of this research was based on the bibliographic reference, the interview with the film director Toni Venturi, the reference from other documentaries that approach the social problems in an attempt to narrow the relation between the researched theoretical production and the structure of the film. Under this methodology and the objective of confirming the given hypothesis, it was necessary a brief exposure of the origin and the history of documentaries until the beginning of the Direct Cinema and Cinema Truth (Labaki, Catelli, Weller e Nichols), which reverberated in the Brazilian documentary production, specially between 1960 and 1990 (Lins e Mesquita, Labaki, Lins, Xavier, Bernardet e Eduardo); it was also necessary to point out the peculiarities in the genre from the 1990s by contextualizing the mediatic society, in which some productions and triggers stand out (Lins, Bentes, Lins e Mesquita) and look into part of the elements that constitute its structure, language and discourse (Nichols e Puccini), placing it into the context of the contemporary audiovisual production and its methodological importance through social sciences (Ibiapina) and on the relation between art and society
Palavras-chave: Cinema
Sociedade
Documentário
Crítica social
Representação
Discurso
Audiovisual
Conhecimento
Cinema
Society
Documentary
Social critique
Representation
Discourse
Focus
Soundvision
Social sciences
knolowdge
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Souza, Claudia de. A dimensão sociopolítica do documentário Dia de festa, de Toni Venturi. 2015. 182 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3667
Data de defesa: 25-May-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Claudia de Souza.pdf1,87 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.