???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3664
Tipo do documento: Dissertação
Título: Alemanha dividida: conflito de gerações do lado de cá do Muro de Berlim
Autor: Esteves Sobrinho, Osvaldo 
Primeiro orientador: Wanderley, Luiz Eduardo Waldemarim
Resumo: A Alemanha é uma nação marcada por constantes rupturas em seu desenvolvimento. De Estado fragmentado a império unificado, foi derrotada em duas grandes guerras mundiais. De Império unificado dividiu-se em dois Estados e novamente se unificou num Estado-nação. Todavia a delimitação de uma comunidade no interior de Estados com fronteiras, sistemas políticos e ordens jurídicas próprias - como de fato ocorreu com a Alemanha - não foi suficiente para alinhar a consciência nacional alemã na segunda metade do século XX. A presente pesquisa tem como objetivo compreender a condição nacional na Alemanha Ocidental (Republica Federativa da Alemanha), após a derrota na Segunda Guerra Mundial, sobretudo a partir da nova realidade de 1949, com sua divisão política em dois Estados antagônicos e, mais tarde, no contexto da demarcação concreta das fronteiras, com a construção do Muro de Berlim, em agosto de 1961. Neste período, emerge um conflito entre duas gerações no interior do Estado ocidental. A geração nascida entre 1910 e 1935, que vivenciou a particularidade do sentimento nazista, e a geração procedente, nascida entre 1940 e 1945, que viveu eventos históricos totalmente distintos. A razão para esse conflito social parte preliminarmente do comportamento da geração mais velha, composta pelos participantes do Nacionalsocialismo, a qual preferiu reagir ao silêncio como forma de ocultar sua história vergonhosa. Por outro lado, a juventude ocidental alemã se recusou a incorporar as atitudes da geração precedente e reagiu contrariamente, estabelecendo um desequilíbrio social no interior de um Estado nacional moderno. Além disso, conflitos sociais não são a natureza das gerações, mas delas decorrem, nesse sentido, a pesquisa traz uma teoria que procura explicar como as gerações irrompem na sociedade. Por isso, também é analisado os fundamentos teóricos e críticos sobre os termos nação, nacionalismo e identidade nacional, pois são imperativos históricos para a compreensão da dissertação durante sua leitura. Por meio de uma análise histórico-social, e a partir de teorias sociológicas e de alguns discursos críticos, observou-se que o sentimento nacional e a ideia de nação não são imutáveis. Tratase de complexidade histórica que articula a dimensão das tradições de uma cultura e seus limites no tempo e no interior de um Estado moderno. Esses termos só podem ser construídos e compreendidos quando analisados em conjunto com as particularidades da produção cultural e a transmissão dessas por meio do diálogo entre gerações, conflitantes ou não, no interior de um Estado moderno, delimitado, ou não, por fronteiras
Abstract: The Germany is a nation marked by constant disruptions in their development. From a fragmented state the unified empire, was defeated in two world wars. From a Unified empire was divided in two states and again unified into a nation State. However the delimitation of a community within States with borders, political systems and legal systems own-as in fact happened with Germany-was not enough to align the German national consciousness in the second half of the 20th century. The present research aims to understand the national condition in West Germany (Federal Republic of Germany), after the defeat in World War II, especially from the new reality of 1949, with its political division into two antagonistic States and, later, in the context of concrete demarcation of borders, with the construction of the Berlin wall in August 1961.During this period, emerges a conflict between two generations within the Western State. The generation born between 1910 and 1935, which experienced the particularity of Nazi sentiment, and the resulting generation (born between 1940 and 1945) who lived completely different historical events. The reason for this social conflict part preliminarily of older generation, composed by the participants of national socialism, which chose to react to silence as a way to hide their shameful history. On the other hand, the Western German youth refused to incorporate the attitudes of the previous generation and reacted otherwise, establishing a social imbalance in the interior of a modern national State. In addition, social conflicts are not the nature of generations, but of which there are, in this sense, the research brings a theory that seeks to explain how the generations erupt in society. So, is also analyzed the theoretical Fundaments and critics about the terms nation, nationalism and national identity, because they are historical imperatives for the comprehension of the dissertation during his reading. Through a social-historical analysis, and from sociological theories and some critical speeches, it was observed that the national feeling and the idea of nation are not immutable. It is complexity that articulates the historical dimension of the traditions of a culture and its limits in time and within a modern State. These terms may only be constructed and understood when analysed in conjunction with the particularities of cultural production and the transmission of these by means of dialogue between generations, conflicting or not, within a modern State, whether or not defined by borders
Palavras-chave: Alemanha
Nação
Nacionalismo
Conflito
Geração
Identidade nacional
Germany
Nation
Conflict
Generation
National identity
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Esteves Sobrinho, Osvaldo. Alemanha dividida: conflito de gerações do lado de cá do Muro de Berlim. 2015. 122 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3664
Data de defesa: 26-Jun-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Osvaldo Esteves Sobrinho.pdf759,52 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.