???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3620
Tipo do documento: Tese
Título: Barreiras à ascensão profissional das mulheres no serviço bancário
Título(s) alternativo(s): Barriers to career growth and development of women in banking sector
Autor: Marques, Elisete Suely 
Primeiro orientador: Garcia, Carla Cristina
Resumo: O principal objetivo desta tese é verificar quais barreiras dificultam a ascensão profissional das bancárias e colaboram com a manutenção do teto de vidro, no caso específico de um banco brasileiro do setor público. Para subsidiar nosso trabalho, procuramos identificar: a distribuição da força de trabalho nos bancos por gênero, escolaridade, cargos e rendimentos; o processo de concorrência a cargos comissionados e as principais ações desenvolvidas para valorização do trabalho das mulheres pelos atores envolvidos no processo, tais como: o banco foco da pesquisa, a FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos), o Sindicato dos Bancários e o Governo Brasileiro por intermédio da Secretaria de Políticas para as Mulheres. O interesse no tema justifica-se pela importância do setor bancário brasileiro na economia do país, a alta tecnologia que detém, de reconhecimento mundial, a alta escolaridade de seus funcionários e, também, pelo fato da autora ter conhecimento do cotidiano do serviço bancário como ex-funcionária de um grande banco brasileiro. Discorremos sobre o fenômeno da feminização no serviço bancário e as consequências desastrosas nas vidas dos funcionários com a reestruturação produtiva dos bancos no Brasil que culminou com a mudança do perfil do trabalhador bancário. Apresentamos as principais barreiras à ascensão profissional das mulheres, de acordo com as teorias existentes, abordando: a dupla jornada de trabalho, a maternidade, os assédios moral e sexual e suas formas de denúncia, os estereótipos sobre mulher e poder, as redes de amigos e de proteção, etc. Analisamos a importância dessas barreiras na vida profissional e pessoal das bancárias com base nas histórias de vida relatadas por seis mulheres que trabalham no banco considerado em nossa pesquisa. Percebemos que essas barreiras dificultaram as carreiras das bancárias, com maior ou menor intensidade. Além disso, constatamos que as ações desenvolvidas pelos atores envolvidos para oferecerem as mesmas oportunidades profissionais para as mulheres, não têm repercutido no cotidiano de suas vidas
Abstract: The main objective of this thesis is to investigate which are the barriers to career growth and development of women in banking and that also collaborate with keeping the glass ceiling in the specific case of a Brazilian public sector bank. To support our work, we seek to identify: the workforce distribution in banks by gender, level of education, jobs and income; how is the process of competition for commissioned positions and the main actions developed for valuation of women's work by the actors involved in the process, such as: the bank we research, the Brazilian Federation of Banks (FEBRABAN), the Bank Workers' Union and the Brazilian Government through the Special Secretariat of Women s Policies. The interest in this subject is justified by the importance of the Brazilian banking sector in the economy, the high technology that receives worldwide recognition, the high educational level of its employees, and also because the author has knowledge of everyday banking services as a former employee of a major Brazilian bank. We discuss the phenomenon of feminization in banking and the disastrous consequences in the lives of employees with the productive restructuring of banks in Brazil, which resulted in the change of the profile of the bank employees. We present the main barriers to the career advancement of women, according to existing theories, addressing among others: a double workday, motherhood, moral and sexual harassment and ways to make complaints, stereotypes about women and power, friends and protection networks, etc. We analyze the importance of these barriers in the professional and personal life of women working in banks based on life stories reported by six women who work at the bank considered in our research. We conclude that some barriers hinder women s careers more and others in less intense ways. Furthermore, we observe that the actions taken to offer the same professional opportunities for women by the actors involved do not reflect in their everyday lives
Palavras-chave: Gênero
Mulheres
Serviço bancário
Carreira
Teto de vidro
Gender
Women
Banking
Career
Glass ceiling
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Marques, Elisete Suely. Barreiras à ascensão profissional das mulheres no serviço bancário. 2015. 287 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3620
Data de defesa: 10-Feb-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elisete Suely Marques.pdf4,56 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.