???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3617
Tipo do documento: Dissertação
Título: Situação de fronteira na Amazônia: Pimental diante da Usina Hidrelétrica de São Luiz do Tapajós
Autor: Santos, Thais Iervolino dos 
Primeiro orientador: Carvalho, Mônica Muniz Pinto de
Resumo: Desde o início da Conquista, a Amazônia tem sido objeto de diferentes movimentos de exploração: da caça e escravização, na busca do látex e da castanha até o período da Ditadura Militar (1964-1985), transformando-se num imenso cenário de ocupação territorial massiva, violenta e rápida, e representando a última grande fronteira da América Latina (Martins, 20009). Passada quase uma década do século XXI, atualizada por meio de uma política de desenvolvimento do País, promovida pelos governos de Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) e Dilma Rousseff (2011 atual), a exploração chega novamente à região com um novo objetivo, o de aproveitar o potencial energético do rio Tapajós (PA). Com o objetivo de contribuir para a análise sobre os possíveis conflitos mobilizados antes de iniciadas as obras de uma usina hidrelétrica, este trabalho estuda as diferentes transformações ocorridas em Pimental, um território localizado à margem direita do rio Tapajós (PA), diante da Usina Hidrelétrica (UHE) de São Luiz do Tapajós, cuja construção ameaça destruir toda a área de Pimental. Com base na Teoria de Fronteira, inaugurada por Martins (2009), o estudo traça uma nova perspectiva de análise sobre como os diversos momentos da fronteira e agentes de expansão são percebidos pelos moradores e pela constituição da própria territorialidade de Pimental
Abstract: Since the beginning of the Conquest , the Amazon has been a target of different exploitation movements: from hunting to slavery, from the search of latex and Brazil nut to the period of Military Dictatorship (1964-1985), having transformed itself into a large scenario of violent, rapid and territory occupation, and representing the last vast frontier of Latin America (Martins, 20009). After almost a decade into the 21st century, updated by Brazil s development policy, which was promoted by the governments of Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) and Dilma Rousseff (2011 current), exploitation is back in the region with one new objective, making the most of the hydro-electrical potential of Tapajos river (PA). With the aim of contributing to the analysis of possible conflicts mobilised before the construction works of the hydroelectric plant took place, this work studies the different transformations that occurred at Pimental, a territory which is a the right bank of the Tapajos river (PA), at the Hydroelectric plant of (UHE) São Luiz do Tapajós, which construction threatens to destroy the whole area of Pimental. Based on the Frontier Theory, launched by Martins (2009), this study draws a new perspective of analysis about the diverse moments of the border and the expansion agents are noticed by the local community and by the territorial constitution of Pimental itself
Palavras-chave: Amazônia
Fronteira
Usina Hidrelétrica
Mulheres
Tapajós
Amazon
Frontier
Hydroelectrical plant
Women
Tapajós
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Santos, Thais Iervolino dos. Situação de fronteira na Amazônia: Pimental diante da Usina Hidrelétrica de São Luiz do Tapajós. 2015. 187 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3617
Data de defesa: 12-Mar-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Thais Iervolino dos Santos.pdf9,37 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.