???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3568
Tipo do documento: Tese
Título: Antropologia do estranhamento: fragmentos sobre Thauma, Unheimlich, Neutro, Emaltema
Autor: Ramirez, Paulo Niccoli 
Primeiro orientador: Carvalho, Edgard de Assis
Resumo: Essa tese investiga o estranhamento motivado pela presença do outro, o desconhecido que, segundo descrições etnográficas de Lévi-Strauss, suscita sensações confusas. Esse fenômeno situa-se em zona de indeterminação estágio pré-político caracterizado pelo estado de exceção e de suspensão da consciência e dos olhos no qual não há controle sobre a cognição ou sobre os sentidos de modo voluntário. Estudamos autores a partir da segunda metade do século XIX, época em que houve maior interesse por estranhos ou outros povos, decorrente da expansão das grandes cidades e do neocolonialismo. Autores que nas cidades descreveram o estranhamento das multidões nas metrópoles: Poe, Balzac, Proust, Baudelaire, Simmel, Walter Benjamin. Nas etnografias, visitaram ou relataram a presença do antropólogo na sociedade estudada em diários de campos e livros e discorreram sobre a chegada do estranho, como as descrições etnográficas de Boas, Malinowski, Pritchard, Lévi-Strauss, Darcy Ribeiro. Para fundamentar este estudo e compreender a especificidade do estranhamento refletimos sobre como a filosofia (com a noção de thauma), a psicanálise (com a noção de unheimlich) e a literatura compreendem o fenômeno do estranho. Supomos que na etnografia e no meio não urbano existe tendência de o estranhamento despertar a curiosidade dos nativos, por meio de aversão ou de empatia. Já nas cidades há impossibilidade de haver para com o estranho eventual contato ou experiência, amistosa ou não. O ritmo veloz da cidade proporciona o desaparecimento do interesse pelo outro e sua presença torna-se insignificante. Conceitos emprestados da psicanálise, literatura, filosofia não apreendem a complexidade da condição do estranhamento nas grandes cidades que propusemos analisar. A emaltema surgiu como termo de abertura a possibilidades interpretativas sobre o estranhamento que ocorre com a chegada do estranho ou a sua presença em meio às multidões
Abstract: The thesis inquire about the estrangement which occurs through the presence of the other never before seen or know, which causes according Lévi-Strauss ethnographic descriptions the called confusing sensations. This phenomenon is in an indeterminacy zone, pre-political stage characterized by a state of exception and suspension of consciousness and eyes, which means that cognition or senses are not voluntarily controlled. It was sought to study authors from the second half of the XIX century, when there was greatest interest by strangers or other people with the expansion of big cities and Neocolonialism. In cities, some authors have described the strangeness of crowds in the metropolis, among them: Poe, Balzac, Proust, Baudelaire, Simmel and Walter Benjamin. Ethnographies produced visits or reports that reflect the appearance of the anthropologist within the society which was studied through field diaries and books that discourse about the stranger s arrival, which might be investigated in the descriptions taken as classical ethnography, including the writings of Boas, Malinowski, Pritchard, Lévi-Strauss and Darcy Ribeiro. To found this study and understand the estrangement s specificity, it was studied how philosophy (with the notion of thauma), psychoanalysis (with the notion of unheimlich) and literature comprise the estrangement s phenomenon. What is supposed is that in ethnography and far from cities there is a tendency to that kind of estrangement produce curiosity of the natives, either through disgust or empathy. In cities there is the impossibility to establish any possible contact or experience, friendly or not, with the strange. The fast pace of the city provides the disappearance of concern for others and their presence becomes insignificant. Concepts borrowed from psychoanalysis, literature, philosophy does not capture the complexity of the condition of estrangement in the big cities we proposed to analyze. The emaltema has emerged as a term for an opening to interpretive possibilities about estrangement that occurs with the stranger s arrival or their presence through the crowds
Palavras-chave: Estranho
Estranhamento
Thauma
Unheimlich
Etnografia
Multidão
Emaltema
Strange
Estrangement
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Ramirez, Paulo Niccoli. Antropologia do estranhamento: fragmentos sobre Thauma, Unheimlich, Neutro, Emaltema. 2014. 202 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/3568
Data de defesa: 2-Jun-2014
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Paulo Niccoli Ramirez.pdf2,2 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.