???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21444
Tipo do documento: Dissertação
Título: Política de inovação para o setor mineral no Brasil e na Suécia: um estudo comparativo centrado na interação entre universidade, empresa e governo
Autor: Penha, Ana Carolina Aguiar 
Primeiro orientador: Pamplona, João Batista
Resumo: O presente trabalho procura discutir políticas de inovação para a mineração no Brasil (exclusive petróleo e gás). A partir da caracterização da política nacional de inovação para o setor no Brasil, a pesquisa busca compreender qual é o papel de cada agente (universidade, empresa e Estado) na formulação e execução da política; além de, complementarmente, tentar identificar se tais agentes reconhecem a presença de uma política no setor e, no caso, qual importância os agentes atribuem à existência de tal política. A pesquisa tem natureza exploratória e seu método é comparativo. É comparativo porque a pesquisa se utiliza do padrão dado pelo benchmark da experiência sueca na discussão da presença de políticas de inovação para o setor mineral e é exploratória na medida em que se dispõe a construir hipóteses na tentativa de compreender a realidade da inovação na mineração no Brasil. Foram realizadas entrevistas no Brasil e na Suécia, com agentes das três esferas responsáveis pela inovação do setor. A Suécia é hoje o maior produtor de minério de ferro da Europa e seu governo vem há muito tempo oferecendo incentivos à inovação no setor e estimulando a atuação cooperada entre empresas e universidades, com resultados significativos no aumento da produtividade. A pesquisa, no entanto, nos mostra que ao comparar a política de inovação dos dois países para o setor, o Brasil dá ênfase aos temas relacionados à competitividade empresarial e à política industrial. Ainda se mostra fraca a colaboração entre os agentes para a inovação no setor mineral no Brasil, há pouca prioridade à temática ambiental e ausência de preocupação à temática social, ao contrário do que se verifica no caso sueco
Abstract: This dissertation aims to discuss the innovation policies for mining in Brazil (excluding oil and gas), particularly the national innovation policy for the sector. The aim is to understand the role of each agent (university, company and State) in the formulation and execution of the policy, and to identify if such agents recognize the presence of an innovation policy in the sector as well as what importance they place on such a policy. The research has an exploratory nature and a comparative method. It is comparative because the research uses the Swedish experience of innovation policies for the mineral sector as a benchmark in the discussion and it is exploratory since it creates hypotheses that explains the reality of innovation in mining in Brazil. Interviews were conducted in Brazil and Sweden with agents from the three spheres (university, company and State) responsible for the innovation sector. Sweden is today Europe's largest iron ore producer and its government has long been offering incentives for innovation in the industry and has stimulated cooperative action between companies and universities, with significant results in increasing productivity. The research shows that when the innovation policy of mining for the two countries are compared, Brazil puts higher emphasis on issues related to business competitiveness and industrial policy. Compared to Sweden, collaboration among the agents for innovation in the mining sector of Brazil is weak; and there is low priority for environmental concerns or social issues
Palavras-chave: Políticas de inovação
Minas e recursos minerais - Inovações tecnológicas
Indústria mineral - Brasil
Indústria mineral - Suécia
Innovation policies
Mines and mineral resources - Technological innovations
Mineral industries - Brazil
Mineral industries - Sweden
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Economia, Administração, Contábeis e Atuariais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política
Citação: Penha, Ana Carolina Aguiar. Política de inovação para o setor mineral no Brasil e na Suécia: um estudo comparativo centrado na interação entre universidade, empresa e governo. 2018. 137 f. Dissertação (Mestrado em Economia Política) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21444
Data de defesa: 16-May-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Carolina Aguiar Penha.pdf1,41 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.