???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20087
Tipo do documento: Tese
Título: Para uma reforma complexa do consumo: do individualismo à colaboração
Autor: Oliveira, Bernardo Carlos Spaulonci Chiachia Matos de 
Primeiro orientador: Carvalho, Edgard de Assis
Resumo: O presente trabalho problematiza a questão das recentes transformações contemporâneas no que concerne especialmente à esfera do consumo como categoria de análise para a compreensão do mundo social. Tais transformações advindas da ascensão e propulsão de uma sociedade baseada na cultura do consumo perpassam a temática da estratificação social como estratégia de manutenção do capitalismo, resultando, entre outras, em uma sociedade do risco. Tal discussão encerra-se no que atualmenle denomina-se como economia de compartilhamento ou colaboração. Investigar esse fenómeno foi necessário, já que a compreensão das temáticas 'sustentabilidade social, económica e ambiental' é imprescindivel para a manutenção da vida na terra. Essa tese visou entender o contemporâneo pelas lentes do consumo em suas amplas interfaces, sejam elas sociológicas, antropológicas, políticas, filosóficas, económicas e socioambientais. Intentou-se, sob a perspectiva complexa, interligar consumismo, consumerismo e sustentabilidade socioambienlal, partindo da premissa de que os recentes estudos sobre a insustentabilidade do modelo económico clássico se expressa na cultura-mundo da coca-colonizaçào americana, e na obsolescência programada e globalizada de um american way de pensar, de sentir, de viver. O modos operandi desta trajetória encerrou uma série de reuniões com supervisores académicos e especialistas, intensa pesquisa documental, bibliográfia, realização de entrevistas, obsewaçóes empíricas, escutas de histórias de vida, bem como, uma pesquisa etnográfica em solo norte-americano. A construção dos dados ocorreu em diferentes etapas, perpassando o entendimento das temáticas demandadas por parte do pesquisador em contato dialógico com as perspectivas dos interlocutores dessa pesquisa. Ao final, proponho que, concomitantemente ao discurso catastrófico, surge uma alternativa económico-social, um ímpeto menos individualista, um arranjo socioeconômico menos reduzido à competitividade e ao lucro económico. Um pensamento voltado ao compartilhamento, ao bem comum e ao acesso público. Formador de um homem menos consumidor e mais colaborador, o homo colaboratus
Abstract: This dissertation discusses the contemporary transformations especially acording to the sphere of consumption as a category of analysis to understand the social world. Such transformations come from both the rise and the propulsion of a society based on a culture of consumption. Which touch the social stratification as a survival strategy of the recent capitalism, resulting, among others, in a society of risk. The discussion ends with what is called sharing economy. Thererore, Io investigate this phenomenon Was necessary, since the understanding of 'social, economic and environmental sustainability' themes is essential for the maintenance of life on earth. This work sought to recognise the contemporary through the lenses of consumption econcompassing such interfaces as sociological, anthropological, political, philosophical, economic and socioenvironmental. It was attempted, from a complex perspective, to connecl consumerism and socio-environmental sustainability, based on lhe premise that recent sludies on the unsustainability of the classic economic model are expressed in the culture-world of an american way of thinking, feeling, and living. The modus operandi of this trajectory covered a series of meetings with academic supervisors and specialists in this subject, intense documentary research, bibliography, interviews, empirical observations, life histories, as Well as an ethnographic research in the North American soil. The construction of the dala occurred in difTerenl slages, by intertwining the understanding of the topics demanded by the researcher in a dialogical contact with the perspectives of the interlocutors of this research, resulting in this report. In the end, I propose that, concomitantly with the catastrophic discourse, it's seen the emergence of an social-economic altemative, a less individualistic impetus, a socioeconomic arrangement less reduced to competitiveness and economic profit is envisaged. A thought focused on sharing, the common good and public access, training a man which is less consumer and more collaborator, the homo colabora tus
Palavras-chave: Consumo (Economia)
Classe média
Economia do compartilhamento
Consumerism
Middle class
Sharing economy
Homo colaboratus
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Oliveira, Bernardo Carlos Spaulonci Chiachia Matos de. Para uma reforma complexa do consumo: do individualismo à colaboração. 2017. 150 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20087
Data de defesa: 3-May-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESEVFINALL-4.pdf4,87 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.