???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20077
Tipo do documento: Tese
Título: Zygmunt Bauman: uma biobibliografia e possíveis diálogos com a educação
Autor: Manfio, João Nicodemos Martins 
Primeiro orientador: Carvalho, Edgard de Assis
Resumo: Esta tese analisa a biobibliografia de Zygmunt Bauman, sociólogo que universalizou a ideia de modernidade líquida. Por meio da análise das fases de seu pensamento, com o auxílio dos intérpretes de sua obra: Aguiluz-Ibargüen (2009), Beilharz (2001), Smith (1999), Béjar (2007) e Tester (2004), revelou-se pensador preocupado essencialmente com o cotidiano das pessoas na sua luta pela sobrevivência e defensor do diálogo entre os diferentes. Construiu-se possibilidade de encontro entre o autor e outros importantes pensadores da educação como Freire (1996), Pineau (2003) e Morin (2015) a partir da constatação de que a educação enfrenta crise institucional decorrente das transformações na modernidade líquida. Da identificação com seu pensamento fez-se reflexão sobre o percurso pessoal desde a escola primária até a docência superior, destacando vicissitudes e conquistas. Entrevistas realizadas pessoalmente com Bauman sustentam a compreensão de seus ensinamentos para a convergência entre as Ciências Sociais e a Educação
Abstract: This thesis analyse the biobibliography of Zygmunt Bauman, sociologist who made the idea of liquid modernity universal. Through the analysis of the phases of his thought, with the help of the interpreters of his work Aguiluz-Ibargüen (2009), Beilharz (2001), Smith (1999), Béjar (2005) and Tester (2004) proved to be essentially concerned thinker with the daily lives of people in their struggle for survival and defender of dialogue between the different. The possibility of an encounter between the author and other important educational thinkers such as Freire (1996), Pineau (2003) and Morin (2015) has been built from the observation that education faces institutional crisis due to the transformations in liquid modernity. From the identification with his thought was made reflection on the personal course from the primary school to the higher teaching highlighting vicissitudes and conquests. Personal interviews were conducted with Bauman that support the understanding of his teachings for the convergence between Social Sciences and Education
Palavras-chave: Bauman, Zygmunt [1925-2017] - Crítica e interpretação
Modernidade líquida
Civilização moderna - Século 20
Sociologia do cotidiano
Liquid modernity
Everyday life sociology
Modern civilization - 20th century
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Manfio, João Nicodemos Martins. Zygmunt Bauman: uma biobibliografia e possíveis diálogos com a educação. 2017. 198 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20077
Data de defesa: 5-May-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
João Nicodemos Martins Manfio.pdf3,46 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.