???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19994
Tipo do documento: Dissertação
Título: Trilhas digitais usos das redes sociais online: por onde navegam as mulheres ricas, na casa dos trinta anos, moradoras de São Paulo?
Autor: Semino, Natalia 
Primeiro orientador: Concone, Maria Helena Villas Bôas
Resumo: Esta pesquisa qualitativa, de observação participante, busca compreender através da Antropologia os desdobramentos na subjetividade de mulheres da elite paulistana, de trinta a quarenta anos, usuárias das redes sociais online. Observou-se as formas dos usos das redes sociais online e os desdobramentos de tais usos no cotidiano. Para o recrutamento foi utilizada a metodologia bola de neve, que resultou na entrevista de nove mulheres. Foram realizados de dois a três encontros, dois individuais e um em grupo quando as entrevistas indicadas já se conheciam. No primeiro encontro foi utilizada a técnica de entrevista semiestruturada. No segundo encontro foi solicitada uma produção gráfica que explicasse os usos das redes sociais online (este instrumento viabilizou uma conversa mais focada). O terceiro encontro estabeleceu a técnica de grupo focal e pretendeu observar a interação das mulheres tendo como assunto central as redes sócias online. As entrevistas foram transcritas e foi utilizado como metodologia de coleta de dados a Análise de Conteúdo. Os registros em diário das cenas cotidianas também contribuíram para as interpretações. Os resultados levaram a compreender que uso das redes sociais online por um lado impacta negativamente a subjetividade das mulheres, pois através dos conteúdos consumidos elas absorvem e estruturam referências patriarcais opressoras da criatividade quanto aos papéis sociais desempenhados, as (re) estigmatizando como belas, maternas, trabalhadoras, felizes e esposas. Por outro lado, os usos recreativos no cotidiano quebram com as impiedosas listas de tarefas a cumprir, pois apesar do aporte financeiro estas mulheres são cobradas a desempenhar os papeis anteriormente citados, e navegar nas redes sociais online é uma ação que quebra este fluxo e contribuiu para uma maior equidade de gênero. Isto certamente seria mais funcional se não fosse o tipo de conteúdo que reforça ainda mais os estigmas na maneira delas se compreenderem no mundo
Abstract: This qualitative research, of participant observation, seeks to understand through the use of Anthropology the unfolding of the subjectivity of rich women of the age of thirty to forty, who are users of online social networks and live in São Paulo. The research observed the use of online social networks and the unfolding of usage in daily life. Participants were identified using a snowball methodology, which resulted in the interview of nine women. Interviews took place over two to three meetings; two individual meetings and one in-group. During the first meeting a semi-structured interview technique was used. In the second meeting I requested a graphic production explaining the uses of online social networks, which made possible for a more focused conversation. The third meeting used a focus group technique and intended to broaden the understanding of the participants. The interviews were transcribed and the Content Analysis was used as data collection methodology. The results led us to understand that the use of online social networks on the one hand negatively impacts the subjectivity of women, because through the content consumed they absorb and structure patriarchal references, oppressive creativity as to the social roles played, (re) stigmatizing as beautiful, maternal, hard worked, happy and wives. On the other hand, recreational uses break with the ruthless lists of tasks that need to be performed, because despite the financial contribution, these women are charged for playing the roles previously mentioned, and surfing online social networks is an action that breaks this flow and contributes to greater gender equity. This would certainly be more functional if it were not for the kind of content that further strengthens the stigmas in the way they understand each other in the world
Palavras-chave: Redes sociais on-line
Mulheres ricas
Subjetividade - Aspectos sociais
Online social networking
Rich women
Subjectivity - Social aspects
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Semino, Natalia. Trilhas digitais: usos das redes sociais online - por onde navegam as mulheres ricas, na casa dos trinta anos, moradoras de São Paulo?. 2017. 159 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19994
Data de defesa: 7-Apr-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Natalia Semino.pdf2,03 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.