???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19472
Tipo do documento: Tese
Título: Problemas na linguagem e descompasso na inclusão escolar
Autor: Dudas, Tatiana Lanzarotto 
Primeiro orientador: Lier-DeVitto, Maria Francisca
Resumo: O número crescente de alunos com quadros de deficiência tem desafiado equipes escolares, professores e, em especial aqueles que atuam como apoio em classes de ensino regular. Característica usualmente presente nesses alunos é dificuldade ou ausência de fala - o que os compromete no estabelecimento de laço com o outro e prejudica o processo de ensino–aprendizagem na escola. Apesar desta constatação, foco na linguagem e em sua incidência na vida escolar dessas crianças não tem recebido atenção suficiente - recurso frequente é atribui-las ao quadro orgânico ou mental. Tem-se, é fato, colocado ênfase na importância de envolver formas alternativas de comunicação de modo a instrumentaliza-las com recursos construídos na área da Comunicação Suplementar e Alternativa. O objetivo é, antes de tudo, a inclusão pedagógica, mais do que social. Esta tese volta-se para uma discussão sobre a centralidade da linguagem na questão da inclusão no ensino regular de pessoas com deficiência física e que não falam. Mobilizo minha experiência em cursos de formação para educadores na área da Comunicação Alternativa e, também, minha experiência em atendimentos particulares e em instituições de longa permanência - locais que, por definição, são marcas de “exclusão”. A ausência de “oralização”, frequente em casos graves de PC, tem levado à suposição de que se não há fala, o sujeito está fora da linguagem. Assume-se, nesta tese, a força determinante da linguagem: a incidência da interpretação sobre o corpo do bebê o insere na esfera do humano e responde pela constituição desse corpo em corpo-falante. Neste trabalho são centrais, portanto: (1) o reconhecimento da ordem própria da língua (SAUSSURE, 1916) e, também, (2) o reconhecimento do sujeito do inconsciente, introduzido por Freud e formulado por Lacan. A perspectiva teórica perseguida neste trabalho é a vem sendo desenvolvida no Grupo de Pesquisa CNPq: Aquisição, patologias e clínica de linguagem (LAEL-PUCSP), liderado pelas Professoras Doutoras Maria Francisca Lier-DeVitto e Lúcia Arantes
Abstract: The growing number of students with disabilities issues has challenged schools, teachers, especially those that act as support in regular education. Usually, these students present difficulty or absence of speech what commit on establishing bond with each other and affect the process of teaching in school. Despite this finding, focus on language and its impact on school life these kids haven’t received enough attention, often them assigns to organic or mental framework. In fact, there have been placed emphasis on the importance of involving alternative forms of communication in order to “make it feasible” them with features built in the area of Supplementary and alternative communication system (ACS). The objective is, above all, educational inclusion, more than social. This thesis leads us to a discussion of the centrality of language on the issue of inclusion in regular education of people with physical disability and who do not speak. Mobilize my experience in training courses for educators in the area of alternative communication and also my experience in particular sessions and to long-stay institutions that, by definition, are trademarks of "exclusion". The absence of "speech", often in severe cases of Cerebral Palsy (CP), has led to the assumption that if the subjects doesn’t speech, it is out of the language. It is assumed, in this thesis, the decisive force of language: the incidence of interpretation about the baby's body, inclusion in the sphere of human beings and responsible for the Constitution of this body in “parlête’s body” (Lacan’s expression). In this work are central, therefore: (1) the recognition of the order's own language (SAUSSURE, 1916), and (2) the recognition of the subject of the unconscious, introduced by Freud and formulated by Lacan. The theoretical perspective pursued in this work is being developed in the CNPq research group: Acquisition, pathologies and language clinic (LAEL-PUC-SP), coordinated by Prof. Dr. Maria Francisca Lier-DeVitto and Prof. Dr Lúcia Arantes
Palavras-chave: Clínica de linguagem
Inclusão escolar
Comunicação alternativa
Language clinic
School Inclusion
Alternative communication
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Dudas, Tatiana Lanzarotto. Problemas na linguagem e descompasso na inclusão escolar. 2016. 112 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19472
Data de defesa: 7-Oct-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tatiana Lanzarotto Dudas.pdf795,26 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.