???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19382
Tipo do documento: Dissertação
Título: A experiência e os desafios da adoção por pais que se declaram homossexuais
Título(s) alternativo(s): Experiences and challenges faced by male homosexual adoptive parents
Autor: Fender, Marcelo Foroni 
Primeiro orientador: Souza, Rosane Mantilla de
Resumo: Muitas são as discussões sociais, culturais e acadêmicas sobre os temas ligados à adoção por homens gays. Ao discorrer sobre este tema, a literatura indica muitas variáveis na consolidação destas famílias, surgindo lacunas acerca do percurso vivencial que estes homens estão percorrendo. Considerando a necessidade de promover informações fundamentadas, para orientação e atendimento, buscou-se compreender o processo vivenciado por homens que se autodeclararam homossexuais e adotaram crianças ou adolescentes, identificando seus principais desafios. Tratou-se de uma pesquisa qualitativa, na qual foram realizadas entrevistas individuais semidirigidas com seis homens, que quando adotaram filhos, de idade entre 8 meses e 14 anos, estavam na faixa de 35 a 52 anos. Buscou-se identificar os diferentes cenários ao longo do processo, que se inicia com o desejo de adotar, envolve a preparação jurídica e pessoal e culmina no dia a dia com crianças de diferentes idades. Identificou-se um perfil semelhante entre os pais, no que se refere a terem realizado, principalmente, adoções tardias e, para facilitá-las, terem aberto o perfil de escolha dos potenciais filhos. Esses homens são cuidadores primários responsáveis pelo cotidiano e educação. Verificou-se que tanto a decisão quanto o processo de adoção foram movimentos individuais, sem a participação da família de origem ou amigos. Os homens têm que lidar com os sentimentos, particularmente de ansiedade e medo durante todo o processo e desenvolver uma aproximação lenta juntamente com apoio às demandas do filho adotivo. Foram apontadas mudanças no cotidiano que, mesmo se antecipadas, foram muito maiores e de difícil enfrentamento, bem como dificuldades no estabelecimento da paternidade adotiva singular, superadas ao longo do tempo. Concluiu-se que o fato de estes pais serem homossexuais é menos relevante do que tratar-se de adoções unilaterais, tardias, com pouca preparação e apoio social, o que ressalta a demanda de apoio pré e pós-adoção
Abstract: There is much social, cultural and academic debate on topics related to adoption by gay men. Literature on this subject refers to many variables in the formation of these families, highlighting gaps in the journey these men are taking. Bearing in mind the need for credible information, we sought to understand the process experienced by openly gay men and their adopted children in order to identify the key challenges. This was qualitative research carried out through semi-structured interviews with six men aged between 35 and 52 years old, when they adopted children aged between eight months and 14. We sought to identify different scenarios throughout the process, from the initial desire to adopt, to the necessary legal and personal preparation, as well as the daily routine of bringing up children of different ages. We identified similarities among parents who adopted children later in life, in particular their willingness to adopt children with varying profiles. These men are primary caregivers responsible for their children’s daily life and education. We also found both the decision to adopt and the process itself were carried out independently of family and friends. Men often have to deal with feelings of anxiety and fear throughout the process, as they slowly develop a closer relationship with, and support the needs of the adopted child. Changes in the parents’ daily routines, even if they were anticipated, were much bigger and difficult to cope with - as well as problems faced by single parents. It was concluded that the parents’ sexuality was less important in cases of single parent adoptions made later in life, in which parents were ill-prepared and lacked social support, highlighting the need for pre- and postadoption support
Palavras-chave: Adoção por homens gays
Adoção homoparental
Adoção por gays
Adoption by gay men
Homoparental adoption
Gay adoption
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Fender, Marcelo Foroni. A experiência e os desafios da adoção por pais que se declaram homossexuais. 2016. 98 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia: Psicologia Clínica) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19382
Data de defesa: 26-Sep-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcelo Foroni Fender.pdf987,1 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.