???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19243
Tipo do documento: Tese
Título: Discurso parlamentar: retextualização e (des)cortesia em foco
Título(s) alternativo(s): Parliamentary discourse: focusing on retextualization and (dis)courtesy
Autor: Oliveira, Maria Rodrigues de
Primeiro orientador: Favero, Leonor Lopes
Resumo: A pesquisa insere-se na Linha de Pesquisa “Texto e discurso nas modalidades oral e escrita”, do Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, e trata do discurso parlamentar com foco em sua retextualização e na (des)cortesia corrente nesses discursos, principalmente aquela oriunda de pedidos de correção nos discursos alheios. Nas sessões parlamentares é comum que os oradores pronunciem termos considerados descorteses por seus pares, os quais solicitam a correção desses termos no texto retextualizado com vistas à proteção das próprias faces ou das faces de terceiros. A partir das hipóteses de que tais pedidos de correção colaborariam para a expansão da ameaça às faces no plenário e de que as correções nos discursos retextualizados não contribuiriam para a proteção das mesmas faces, além da certeza de que algumas práticas retextualizadoras podem levar ao falseamento do dito pelo orador, a pesquisa propõe-se a responder às seguintes questões: a) as solicitações de correção no discurso do outro no plenário contribuem para o salvamento das faces ameaçadas ou provocam exacerbação da ameaça?; b) as correções realizadas pelos retextualizadores em atendimento a tais solicitações cumprem o papel de proteção de faces no texto escrito?; c) as correções efetuadas pelos retextualizadores para adequação dos discursos a padrões recomendados pelas casas legislativas ou por motivos pessoais atuam sobre os aspectos da (des)cortesia? Fundamentada em estudos da Análise do Discurso, da Linguística Textual, da Análise da Conversação e da Sociolinguística Interacional, além de manuais de procedimentos de casas legislativas e de legislação pertinente, esta tese analisa um corpus formado por quatro blocos de discursos proferidos na Câmara dos Deputados. Os resultados obtidos indicam: a) as solicitações de correção do discurso do outro no plenário não contribuem para o salvamento de faces e provoca a expansão da ameaça; b) as correções realizadas pelos retextualizadores em atendimento a tais solicitações não cumprem o papel de proteção de faces e, sim, colaboram para despertar o interesse pelas ameaças; c) as correções efetuadas pelos retextualizadores para adequação dos discursos a padrões recomendados pelas casas legislativas ou por motivos pessoais podem atuar tanto para a implantação da cortesia quanto da descortesia nos discursos publicados na forma escrita. A pesquisa justifica-se pela necessidade de se contribuir para a conscientização da importância do registro escrito dos discursos parlamentares e para a mudança das práticas de retextualização no sentido de se privilegiar o que é dito nos discursos e não aquilo que o orador deveria ou desejaria dizer. Ela traz, portanto, contribuições para os trabalhos de retextualização de discursos parlamentares e pretende despertar a atenção de pesquisadores para o estudo de campo tão vasto e ainda pouco explorado
Abstract: This research is part of the Line of Research ‘Text and discourse in the oral and written modalities’, of the Postgraduate Studies Program in the Portuguese Language of the Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, and deals with parliamentary speeches, focusing on their retextualization and on the (dis)courtesy present in these speeches, especially that arising from requests of corrections to be made in another's speech. In parliamentary sessions, it is common for speakers to utter words considered discourteous by their peers, who request the correction of these words in the retextualized text to save their own faces or third-party faces. From the hypotheses that such requests for corrections would in fact aid in the expansion of the threat to the faces in the plenary sessions and that the corrections in the retextualized speeches would not contribute to saving those same faces, in addition to the certainty that some retextualization practices may lead to a distortion of what the speaker has said, this research aims to answer the following questions: a) do requests for corrections in another’s speech in a plenary session contribute to saving threatened faces or cause an exacerbation of the threat?; b) do the corrections made by retextualizers in response to such requests fulfill the task of saving faces in the written text?; c) do the corrections made by retextualizers in order to make speeches meet the standards recommended by the legislative bodies or for personal reasons have an effect on aspects of (dis)courtesy? Based on studies of Discourse Analysis, Text Linguistics, Conversation Analysis and Interactional Sociolinguistics, in addition to procedure manuals of legislative bodies, relevant legislation, this thesis analyzes a corpus made up of four blocks of speeches delivered in the House of Representatives. The results obtained suggest that: a) the requests for corrections of another's speech at plenary sessions do not contribute to saving faces but causes an expansion of the threat; b) corrections made by retextualizers in response to such requests do not fulfill the face saving task but, to the contrary, they aid in arousing an interest in the threats; c) the corrections made by retextualizers to adjust speeches to the standards recommended by legislative bodies or for personal reasons can result both in the insertion of courtesy and of discourtesy in the speeches published in the written form. This research is justified by the need to contribute to an awareness of the relevance of the written record of parliamentary speeches and to the changing of retextualization practices in order to prioritize what is said in the speeches, not what the speaker should or would have said. Therefore, this thesis brings contributions to the task of retextualizing parliamentary speeches and intends to arouse the attention of researchers to this vast field of study that is still little explored
Palavras-chave: Discurso parlamentar
(Des)cortesia
Face
Parliamentary speech
(Dis)courtesy
Textual reformulation
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa
Citação: Oliveira, Maria Rodrigues de. Discurso parlamentar: retextualização e (des)cortesia em foco. 2016. 182 f. Tese (Doutorado em Língua Portuguesa) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19243
Data de defesa: 23-Aug-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Rodrigues de Oliveira.pdf3,31 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.