???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19208
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os limites do lulismo: liderança política e racionalidade governam
Autor: França, Leonardo Bueno 
Primeiro orientador: Chaia, Vera Lucia Michalany
Resumo: Esta dissertação reúne argumentos e dados estatísticos sobre os limites do modelo de governabilidade reafirmado durante os governos de Lula e Dilma Rousseff. A discussão é guiada por referência ao termo "lulismo" compreendendo seu conteúdo por meio de uma perspectiva histórica e institucional. Conclui-se que o perfil de liderança política forjado pelo processo simbiótico entre PT e Estado redimensionou as probabilidades de influência sobre o sistema político, as práticas de governo e suas estratégias de seletividade. Somado ao processo de institucionalização do partido e da consequente remodelação de seu perfil de liderança e de sua base de apoio, nota-se que o lulismo, entendido como sendo um modelo de governabilidade produtor de capacidade governativa e, portanto, orientado à conciliação dos conflitos classistas no interior e no exterior da máquina pública, provou-se insustentável com a emergência de algumas variáveis. Destaca-se: a macroeconomia em retração; a crescente fragmentação partidária; o déficit de liderança; o rápido crescimento do maior bloco conservador no poder legislativo desde 1964 e as disfunções e divergências internas nos dois principais partidos da coalizão, PT e PMDB
Abstract: This paper brings together arguments and statistics data collected about the limits of the stated governability pattern reaffirmed by the government management of Lula and Dilma Rousseff. Guided by reference to the term "lulism" embracing its content through a historical and institutional perspective, it draws the conclusion that the political leadership profile forged by a symbiotic process between the Workers' Party (PT) and the State resized the odds of influence on the political system, the governance practices and its selectivity strategies. Understanding lulism as a governability pattern producer of governance capacity in order to reconcile the class-conflicts within the public administration, in addition to the PT institutionalization process and the consequent redesign of its leadership profile and support base, the pattern proved itself unsustainable with the addition of some variables. Stands out: the macroeconomic shrinking; the growing party fragmentation; the leadership deficit, the rapid growth of the most conservative bloc in the legislature since 1964 and the dysfunctions and internal differences of the two main coalition parties, PT and PMDB
Palavras-chave: Governo Lula
Governo Dilma
Lulismo
Lula’s Government
Dilma Rousseff’s Government
Lulism
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: França, Leonardo Bueno. Os limites do lulismo: liderança política e racionalidade governam. 2016. 174 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19208
Data de defesa: 29-Jul-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Leonardo Bueno França.pdf1,94 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.