???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19141
Tipo do documento: Dissertação
Título: “Relações de alteridade, segregação e degradação urbanas em São Paulo: uma análise dos efeitos simbólicos da presença de segmentos populacionais étnicos estigmatizados na "vizinhança‟
Autor: Cunha, Moisés de Freitas 
Primeiro orientador: Veras, Maura Pardini Bicudo
Resumo: Este trabalho propõe-se a analisar a questão da habitação e vizinhança2 em São Paulo, tendo como conceitos nucleares a presença de fatores étnicos, simbólicos (renda psíquica3, por exemplo) na avaliação da degradação urbana. Em outros termos, como a presença de pessoas consideradas “outsiders” (ELIAS e SCOTSON, 2000) pode influenciar e impactar decisões de “estabelecidos” quanto a aquisição e ou manutenção de propriedades imobiliárias, resultando na (des)valorização de empreendimentos habitacionais. Propõe também a análise das atitudes para com “outsiders”, quanto a estigmas (“Culture of Poverty”) e ideologias de dominação “... racial segregation as essential to the maintenance of racial supremacy...” (HARRIS, 2003) como aqueles impostos a partir da segunda metade do século XIX, nos termos de Norbert Elias, Erving Goffman e Oscar Lewis, respectivamente. Visa-se também testar o “Teorema de Thomas”4 como possível eixo explicativo na compreensão de fontes de estigma, do preconceito contra pessoas vistas como “outsiders” nas cidades atuais. A partir de um estudo de caso em um condomínio vertical do bairro do Belém em São Paulo foram realizadas entrevistas com moradores para apreender o significado das atitudes de alteridade/degradação urbanas. Visa-se também, com este estudo, melhor pensar e, se possível, propor abordagens corretivas, coletivas ou individuais, quase nos moldes de “fragmentos emancipatórios” de Habermas, ou ainda uma abordagem de Jean Paul Sartre que diz: “... não importa o que fizeram de mim, o que importa é o que eu faço com o que fizeram de mim...”
Abstract: This work aims to analyze issues as HOUSING and NEIGHBORHOOD5 in São Paulo, having as core concepts the presence of ethnic and symbolic (psychic income6, for instance) factors for the assessing of urban degradation. In other terms, how the presence of people considered “outsiders” (ELIAS & SCOTSON, 2000) can influence and impact the decisions of “established” ones as per the acquisition and/or maintenance of real estate, resulting in the (de)valuation of housing entrepreneurship. It also proposes the analysis of the attitudes towards “outsiders”, as per stigmas (“Culture of Poverty”) and ideologies of domination “...racial segregation as essential to the maintenance of racial supremacy...” (HARRIS, 2003), as those imposed after the second half of the XIX century, according to Norbert Elias, Erving Goffman and Oscar Lewis, respectively. It also aims to test the “Thomas Theorem”7 as a possible explaining axis for the understanding of sources of stigma and prejudice against people seen as “outsiders” in modern cities. Starting from a case study of a vertical condominium in the borough “Belém” in São Paulo city, interviews with dwellers were carried out to apprehend the meaning of the attitudes of alterity/urban degradation. This study also aims to better think and, if possible, propose corrective approaches, either collective or individual, almost under the terms of Habermas in “emancipatory fragments”, or even by means of Jean Paul Sartre approach, i.e.: “it doesn‟t matter what was done to me, what matters is what I do with what was done to me…”
Palavras-chave: Alteridade
Degradação urbana
Segregação
Alterity
Urban decay
Segregation
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Cunha, Moisés de Freitas. “Relações de alteridade, segregação e degradação urbanas em São Paulo: uma análise dos efeitos simbólicos da presença de segmentos populacionais étnicos estigmatizados na "vizinhança‟. 2016. 132 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19141
Data de defesa: 20-Jun-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Moisés de Freitas Cunha.pdf3,68 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.