???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17333
Tipo do documento: Tese
Título: Cartografia sentimental da América: produção do desejo na era da cultura industrial
Autor: Rolnik, Suely Belinha
Primeiro orientador: Chauí, Marilena de Souza
Resumo: ABERTURA: INTENÇÕES E OBJETIVAÇÕES Nesta primeira parte são apresentados os Livros I e II, as intenções teórico-metodológicas e a justificativa da escolha do campo e da problemática da presente tese. O DESEJO: PERFIL DE UM CARTÓGRAFO PARA O HOJE LIVRO I Neste livro é montada a concepção de desejo com que se pretende trabalhar ao longo da tese. Definem-se aqui o desejo como processo de produção de realidade psicossocial, suas múltiplas estratégias e o critério que permite discrimina-las; o perfil do psicólogo social que se esboça a partir dessa concepção (seu roteiro, seu critério, seu princípio, sua regra); e, mais especificamente, o perfil de um psicanalista que assim entende o desejo. É o psicólogo social assim definido que irá cartografar as estratégias da produção de subjetividade, no capítulo seguinte. A PRODUCAO DO DESEJO NA ERA DA CULTURA INDUSTRIAL: ANOTAÇÕES DE UMA CARTÓGRAFO LIVRO II Este livro e uma expedição que fara o levantamento da cartografia sentimental da América, a partir do advento da mídia mas, sobretudo, a partir dos anos 60. Com base na definição da problemática com a qual se defronta a subjetividade nas sociedades industriais, de seus impasses, de sua crise, procurar-se-á mapear as principais estratégias do desejo que se tem adotado face a essa situação, bem como os universos psicossociais que cada uma delas engendra. A ênfase estará posta na política de captura do desejo, estratégia predominante nessas sociedades e que será confrontada com a do "homem antropofágico": um caminho possível para a necessidade que se tem hoje de contar com uma pol1tica de subjetividade para sobreviver. ENCERRAMENTO: O CARTOGRAFO QUER REDESCOBRIR A AMÉRICA A tese se encerra no momento da expedição do cartógrafo em que, avaliando as forças ambientes, ele decide dirigir-se novamente ao Brasil. Seu mito é a esperança
Palavras-chave: Cartografia
Cartógrafo
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social
Citação: Rolnik, Suely Belinha. Cartografia sentimental da América: produção do desejo na era da cultura industrial. 1987. 250 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1987.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17333
Data de defesa: 30-Nov-1987
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Suely Belinha Rolnik.pdf12,07 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.