???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17096
Tipo do documento: Dissertação
Título: A medicina entre o concreto e o abstrato: consequências da exclusão do sujeito como exigência metodológica da medicina científica
Título(s) alternativo(s): Medicine between concrete and abstract: consequences of exclusion of the subject as a methodological requirement of scientific medicine
Autor: Campos Neto, Milton Nuevo de 
Primeiro orientador: Pacheco Filho, Raul Albino
Resumo: Esta pesquisa procurou estudar alguns aspectos inerentes à medicina em sua relação com a ciência moderna que permitem um desvio no objetivo final dessa (que entendemos como sendo: restabelecer a saúde ao doente). Para isso, nos utilizamos de uma concepção genealógica, a partir de Foucault, articulada a algumas contribuições contundentes da obra de Canguilhem sobre esse campo. No percurso, procurarmos ainda por algumas contribuições de Politzer e Lacan com relação à crítica da ciência moderna que, pensamos, enriquecem nossa discussão. O presente trabalho teve como objetivo principal investigar o modo pelo qual a medicina, em sua inserção no campo da ciência moderna, realiza uma manobra discursiva que, ao adotar o método experimental como via régia de pesquisa, se submete à distinção cartesiana entre sujeito e objeto. Concluímos, assim, que tal manobra discursiva permite que a medicina procure fazer equivaler certa distinção do caráter subjetivo e objetivo (no circuito de pesquisa) ao que entenderá, respectivamente, como abstrato e concreto; essa equivalência constituirá, então, a condição de possibilidade não apenas da hegemonia de uma perspectiva positivista de pesquisa em medicina, mas o entendimento de que o fato patológico, uma vez entendido como fenômeno empírico puro, pode ser estudado em termos quantitativos em detrimento de seu caráter qualitativo relativo à experiência do sujeito que sofre. Com isso, inaugura um modo de produção discursiva que procura elevar o saber estatístico (abstrato) produzido experimentalmente à condição de verdade (concreta), o que desqualifica absolutamente a experiência do sofrimento do paciente, alienando-o de sua condição em prol da aceitação do saber médico em sobreposição ao seu
Abstract: This research intended to study some aspects of medicine in its relation to modern science that enable a shift in the ultimate purpose of this (that we understand as: restore health to the patient). For this, we use a genealogical design, from Foucault , to articulate some incisive contributions of Canguilhem's work on this field. Along the way, we seek even by some contributions of Politzer and Lacan regarding the critique of modern science that we believe enriches our discussion. This study aimed to investigate the way in which medicine in their insertion in the field of modern science, performs a discursive maneuver that, by adopting the experimental method as royal road of research, submits itself to the cartesian distinction between subject and object. We conclude that such discursive maneuver allows that medicine look equate certain distinction of subjective and objective character (in the research circuit) to understand them, respectively, as abstract and concrete; this equivalence will be, then, the condition of possibility not only to the hegemony of a positivist perspective of research in medicine, but to the understanding of the pathological fact, once understood as pure empirical phenomenon, as something that can be studied in quantitative terms to the detriment of their qualitative character related to the experience of the subject who suffers. With this, introducing a discursive mode of production which seeks to raise the statistical knowledge (abstract) produced experimentally to the truth condition (concrete), which disqualifies absolutely the patient experience of suffering, alienating him from his condition in favor of acceptance of the medical knowledge, overlapping his own
Palavras-chave: Medicina
Clínica
Patologia
Ciência moderna
Medicine
Clinic
Pathology
Modern science
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social
Citação: Campos Neto, Milton Nuevo de. A medicina entre o concreto e o abstrato: consequências da exclusão do sujeito como exigência metodológica da medicina científica. 2015. 110 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17096
Data de defesa: 20-Mar-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Milton Nuevo de Campos Neto.pdf1,59 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.