???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15733
Tipo do documento: Tese
Título: Os deslocamentos do feminino: a mulher freudiana na passagem para a modernidade
Autor: Kehl, Maria Rita Bicalho
Primeiro orientador: Berlinck, Manoel Tosta
Resumo: Esta tese trata das relações entre as mulheres, a feminilidade e a posição feminina, partindo do pressuposto de que esta relação foi constituída desde o final do século XVIII até meados do XIX, em função das necessidades da família nuclear burguesa, então emergente e sustentáculo da nova ordem social. A feminilidade é analisada aqui como uma produção discursiva, de autoria basicamente masculina, da qual as mulheres participam ativamente, mas não sem sofrimento. Na grande literatura do século XIX, o romance de Flaubert, Madame Bovary, traz à luz todo o conflito entre as mulheres, a feminilidade e a posição feminina na personagem de Emma, esposa de um médico de província dotada de uma rica imaginação alimentada pela literatura, tentando fazer sua passagem para a modemidade e "tomar-se outra". Na psicanálise, diríamos que esta passagem se dá desde uma posição de objeto (do desejo, do discurso) para uma posição de sujeito. Na clínica de Freud, as histéricas inauguraram o século da psicanálise tentando dar voz a anseios e insatisfações que não se inscreviam, à época, no discurso do Outro. Ao tentar curar o sofrimento das mulheres indicando-lhes o caminho de volta a uma feminilidade de onde elas vinham tentando se emancipar, a clínica freudiana, até os nossos dias, quando pensa estar produzindo a "verdade" da mulher, corre o risco de continuar produzindo a histeria
Abstract: This thesis discusses the relations obtaining between women, femininity, and the feminine position. It takes as its starting point the establishment of such relations in the period running from the late eighteeenth to the mid nineteenth century, in accordance with the needs of the nuclear bourgeois family,wich was emerging then as the basis for a new social order. Femininity is analysed as a mode of discursive production, predominantty male-authored, in wich women actively take part, but not without suffering. In the great literary tradition of the nineteenth century, it is above alI Flaubert's nove!, Madame Bovary, that brings to light the conflict between women, femininity and the feminine position, by means of its main character, Emma. The wife of a country doctor, Emma is endowed with a rich imagination, fed by literature, and she will attempt a passage to . modemity, as she makes an effort to "become another woman". In psychoanalytic ferros, one would say that such passage takes place from lhe object position (of desire, of discourse) to the subject position. It is the hysterical women in Freud's clinic who inaugurate lhe era of psychoanalysis, as they struggle to find a voice for desires and wishes that were not yet inscribed in the discourse ofthe Other. Since then, and up to our time, Freudian therapy - when it tries to cure the suffering of women - is only pointing the way for a retum to a kind of femininity wich women have tried to leave behind. Even as it imagines to be producing lhe "truth" of women, it still runs the risk of producing more hysteria
Palavras-chave: Flaubert, Gustave 1821-1880 -- Critica e interpretacao
Feminilidade (Psicologia)
Mulheres -- Condicoes sociais
Psicanalise
Posicao feminina
Sexualidade
Subjetivacao
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Kehl, Maria Rita Bicalho. Os deslocamentos do feminino: a mulher freudiana na passagem para a modernidade. 1997. 280 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1997.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15733
Data de defesa: 30-Nov-1997
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Rita Bicalho Kehl.pdf18,39 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.