???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15395
Tipo do documento: Dissertação
Título: Um estudo sobre a maternidade tardia e sua relação com a individuação feminina
Autor: Carvalho, Helena Catharina Lyrio de 
Primeiro orientador: Araújo, Ceres Alves de
Resumo: Este trabalho visou investigar, à luz da Psicologia Analítica, as possíveis relações entre a maternidade tardia e o processo de individuação feminina. Este estudo se justifica uma vez que tem sido observado o aumento da proporção de mulheres que se tornam mães após os trinta e cinco anos, em um momento, em geral, marcado pela revisão da própria identidade e dos objetivos de vida. Contudo, ainda que essa pareça ser uma questão posta como desafio para as sociedades ocidentais, há uma carência de pesquisas voltadas aos possíveis impactos da maternidade em idade avançada na construção da identidade feminina. A pesquisa constituiu-se de estudo de caso com base em depoimentos de mulheres que tiveram seu primeiro filho após os trinta e cinco anos. Por meio de entrevistas com dez participantes, procurou-se capturar a vivência feminina do próprio processo de desenvolvimento. As respostas foram consolidadas em categorias, para a identificação de aspectos comuns na trajetória de desenvolvimento dessas mulheres, antes e após o evento da maternidade. Os resultados obtidos mostraram que ter filhos propiciou que as participantes mulheres que, antes, valorizavam acima de tudo a própria autonomia adquirissem uma perspectiva diferente e mais abrangente a seu próprio respeito e a respeito das demais pessoas. Concluímos que, nesses casos, a maternidade parece ter sido não somente consonante com um momento de revisão do sentido da vida, mas, também, ter colaborado para uma ampliação da consciência por meio da integração de aspectos associados à aceitação do outro e à valorização do mundo dos relacionamentos, contribuindo para o processo de individuação
Abstract: This study aimed at exploring the possible relationship between late motherhood and women‟s individuation process, in the light of Analytical Psychology. It is justified given the fact that the Western world has observed an increase in the proportion of women who become mothers after the age of thirty-five, period theoretically characterized by a review of one's own identity and life goals. However, even though this appears to be an issue now posed as a challenge to society, there is a dearth of research that attempt to understand the possible impact of late motherhood in the construction of woman‟s identity. A case study was conducted based on the motherhood experience of ten women who had their first child after the age of thirty-five. Through in-depth interviews we sought to capture the participants' views of their own development process. Responses were consolidated into categories, in order to identify commonalities in the developmental path of these women before and after the event of motherhood. The results showed that, when they became mothers, those women, who before had valued above all their autonomy, have apparently acquired a different and broader perspective about themselves and about others. We conclude that in such cases motherhood seems not only to have been simultaneous with a time of reviewing the meaning of life, but also to have favored an expansion of consciousness through the integration of aspects associated with acceptance of others and appreciation of the world of relationships, thus contributing to the individuation process
Palavras-chave: Mulher
Maternidade tardia
Individuação
Psicologia analítica
Woman
Late motherhood
Individuation
Analytical Psychology
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Carvalho, Helena Catharina Lyrio de. Um estudo sobre a maternidade tardia e sua relação com a individuação feminina. 2015. 124 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15395
Data de defesa: 6-Mar-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Helena Catharina Lyrio de Carvalho.pdf1,87 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.