???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15338
Tipo do documento: Dissertação
Título: Porque é tão difícil livrar-se das drogas?
Título(s) alternativo(s): Why is it is hard getting rid of drugs?
Autor: Hampariam, Carol Godoi 
Primeiro orientador: Mezan, Renato
Resumo: O presente trabalho visa, a partir da pergunta por que é tão difícil livrar-se das drogas, investigar as circunstâncias envolvidas no período da abstinência e consequentemente da recaída que impeçam ou influenciam aqueles pacientes que desejam livrar-se definitivamente das drogas. Para tanto, foram estudados o fenômeno da adicção, numa tentativa de entender o que ocorre psiquicamente quando um sujeito torna-se dependente de uma substância a qual ele elege como um objeto irrefreável, para posteriormente, desbravar o que ocorre no psiquismo quando este se encontra abstêmio da droga. Neste sentido, foi possível elucidar o que ocorre no processo de abstinência psíquica a fim de vislumbrar as dificuldades e possibilidades de intervenção com um paciente dito toxicômano. Com isso, foram abordadas as arestas e nuanças presentes no tratamento de um dependente químico, seja este realizado numa instituição tratamento ou num consultório particular, considerando as interfaces da instituição família neste processo. A partir deste estudo, formulou-se a proposta de compreensão de que abster-se da droga não é simplesmente distanciar-se dela, mas fazer uma escolha consciente e inconsciente de permanecer longe deste artifício, enfrentando com isso, a realidade psíquica, os dores, os desprazeres, a incompletude humana sem manter uma ancora nos processos que regem o funcionamento psíquico
Abstract: The present work, from the question why it is so hard to get rid of drugs, investigate the circumstances surrounding the period of abstinence and relapse consequently preventing or influencing those patients who definitely want to get rid of drugs. Thus, the phenomenon of addiction were studied in an attempt to understand what happens psychologically when a person becomes dependent on a substance which he chooses as an unstoppable object, subsequently breaking that occurs in the psyche when it is abstemious drug. In this sense, it was possible to elucidate what happens in psychic abstinence process to envision the difficulties and possibilities of intervention with a drug addicted patient said. With that, we addressed the edges and nuances found in treating an addict, this is done in a treatment institution or a private practice, considering the interfaces of the institution of the family in this process. From this study, formulated the proposal of understanding that refrain the drug is not simply distance himself from her, but make a conscious and unconscious to stay away from this deception choice facing it, psychic reality, the pain , the inconveniences, the human incompleteness without holding an anchor in the processes that govern the psychic functioning
Palavras-chave: Toxicomania
Psicanálise
Abstinência psíquica
Addiction
Psychoanalysis
Psychological abstinence
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Hampariam, Carol Godoi. Why is it is hard getting rid of drugs?. 2014. 124 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15338
Data de defesa: 4-Apr-2014
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Carol Godoi Hampariam.pdf1,01 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.