???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15310
Tipo do documento: Dissertação
Título: O sujeito estrangeiro: uma escuta psicanalítica de algumas experiências multiculturais contemporâneas
Título(s) alternativo(s): The foreigner: a psychoanalytical hearing of some contemporary multicultural experiences
Autor: Antonelli, Cláudia Cristina 
Primeiro orientador: Figueiredo, Luís Claudio Mendonça
Resumo: Esta pesquisa pretendeu investigar, servindo-se da ferramenta teórica e metodológica da Psicanálise, idiossincrasias daqueles que, em algum momento de suas vidas, se encontraram em outra cultura e outro idioma, distintos daqueles de suas origens. Primeiramente realizamos um breve levantamento teórico e histórico acerca do tema, a partir dos principais autores que discutiram o assunto. Nossa hipótese inicial foi a de que aqueles que tivessem experimentado sua primeira inserção na Cultura de forma mais ou menos satisfatória, disporiam de melhores recursos psíquicos para uma segunda inserção numa cultura diferente -, num momento posterior. Esta hipótese foi descartada ao longo do percurso desta pesquisa, uma vez que deixou de ser o foco da escuta no momento de encontro com os sujeitos entrevistados. Entrevistas foram realizadas com sujeitos que tivessem vivido pelo menos dois anos fora de seu país de origem, em seu idioma original, desde que este fosse o Inglês, o Francês, o Espanhol ou o Português, que são os idiomas de domínio da pesquisadora. Cinco destas entrevistas se mantiveram neste trabalho, das quais trechos foram selecionados e traduzidos para o Português, para a articulação com o tema aqui investigado. Buscou-se pensar com a teoria psicanalítica as questões subjetivas de cada um destes sujeitos, pautadas por suas experiências de trânsito entre países. O que se verificou foi que seus movimentos externos pareceram-nos muito proximamente ligados a seus movimentos internos, ou psíquicos. Desta forma, o itinerário de cada um parece ter se desdobrado de forma particular e única, de acordo com os conteúdos subjetivos próprios, e por vezes, segundo nossa hipótese, inconscientes. Alguns aspectos destes percursos puderam também ser pensados enquanto, em nossa hipótese, similares entre alguns destes sujeitos, sob a luz dos conceitos investigados. Ao final questionou-se o lugar que o estrangeiro ocupará no porvir, numa cultura com movimentos de aparente tentativa de homogeneização de vários aspectos do sujeito humano
Abstract: This research tried to investigate, with the use of psychoanalytical theory and method, idiosyncrasies of those whom in a certain moment of their lives found themselves in another culture and language, different from those of their origins. At first we gathered the main theory and history about the theme, from the main authors who discussed this subject. Our initial hypothesis was that those who had experienced their first insertion in Culture in a relatively satisfactory manner would dispose of better emotional recourses to insert themselves in a new culture, in a later moment. This hypothesis was discarded along the research, once it became no longer the focus when the interviewed subjects were heard. Ten interviews were carried out with people who had lived at least two years abroad in a country of a different language from theirs, in their own mother tongue as long as it was English, French, Spanish or Portuguese, languages of the use of the researcher herself. Five of these (ten) interviews remained in this study, from which excerpts were selected and translated into Portuguese, in order to approach the theme here investigated. What we aimed at to articulate with the psychoanalytical theory, were the subjective aspects of each of the persons interviewed, based on their decision and experience of living abroad. What was verified was that their external displacements seemed intrinsically connected to their internal ones, that is to say, their emotional, psychological motions. In this way their itinerary seemed to unfold in a particular and unique manner, according to their own subjective contents, also sometimes, according to our hypothesis, unconsciously. Some of these aspects could also be thought as similar according to our hypothesis -, among some of the interviewed subjects, enlightened by the main theoretical concepts here studied. Finally, the continuity of these issues regarding the foreigner was questioned, in a culture tending to homogenize and minimize differences of the human person
Palavras-chave: Estrangeiro
Pesquisa em psicanálise
Método psicanalítico
Multiculturas
Exílio
Foreigner
Research in psychoanalysis
Psychoanalytical method
Multicultural
Exile
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Antonelli, Cláudia Cristina. The foreigner: a psychoanalytical hearing of some contemporary multicultural experiences. 2013. 185 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15310
Data de defesa: 8-Nov-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Claudia Cristina Antonelli.pdf12,41 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.