???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15246
Tipo do documento: Tese
Título: Construção e desconstrução da dependência de drogas: do indivíduo à família
Autor: Brasil, Valéria Rocha 
Primeiro orientador: Macedo, Rosa Maria Stefanini de
Resumo: Este trabalho tem como objetivos gerais e específicos analisar e buscar compreender, a partir do olhar do dependente e da família, como se estabeleceram a construção e a desconstrução da sua síndrome de dependência de drogas, procurando identificar as crenças e os valores predominantes nesta população, a transmissão intergeracional da dependência de drogas nos processos educacional e inter-relacional, assim como os contextos socioculturais e familiares que possivelmente influenciaram e foram influenciados nestes processos. Para a realização desta tese, foram entrevistados indivíduos de classe média paulista (conforme critério estabelecido pelo índice de vulnerabilidade paulista), que fizeram uso prejudicial de drogas psicoativas em um determinado período de suas vidas, a tal ponto que foram diagnosticados como portadores da síndrome de dependência de drogas (segundo os critérios médicos vigentes DSM IV e CID 10), passaram por um processo de tratamento (internação e psicoterápico) e encontram-se abstinentes dessas substâncias há mais de cinco anos, bem como um ou dois membros da família de cada um deles. Esta pesquisa segue os fundamentos teóricos da visão sistêmico- cibernética, baseada no novo paradigma da ciência. Os conteúdos das entrevistas foram reunidos em categorias temáticas definidas a partir da organização de quatro grupos (aspectos relacionados à construção e à desconstrução da dependência de drogas sob o ponto de vista da família e do dependente). Os resultados ressaltaram diversos aspectos que colaboraram para a construção e desconstrução da dependência de drogas na perspectiva tanto da família quanto do dependente. Os assuntos mais significativos levantados estavam relacionados ao funcionamento familiar e individual do dependente de drogas, aos significados e relacionamento estabelecido com a substância psicoativa, aos sentimentos envolvidos em todo o processo, ao ambiente social, aos paradoxos, às diversas formas de tratamento, aos padrões de educação e repetição intergeracional (envolvendo as crenças e valores familiares), à questão de gênero diferindo em determinadas dimensões e às inter-relações estabelecidas no sistema familiar envolvendo as conjugalidades
Abstract: This work has as general and specific objectives to analyze and try to understand, from the look of the dependent and the family, how were established the construction and the deconstruction of their drugs dependence syndrome, trying to identify the beliefs and values prevalent in this population, the intergenerational transmission of drugs addiction in the educational and inter-relational process, as well the family and sociocultural contexts that possibly influenced and were influenced in these processes. For this thesis realization, were interviewed individuals from middle-class of São Paulo (according to criteria established by the vulnerability index of São Paulo), who made harmful use of psychoactive drugs in a certain period of their lives, to the point that were diagnosed as having the syndrome of drugs dependency (according to medical criteria current DSM IV and ICD 10), passed through a treatment process (hospitalization and psychotherapeutic) and are abstinent of those substances for more than five years, as well as one or two family members of each one of them. This research follows the theoretical foundations of systemic-cybernetic vision, based on the new paradigm of science. The contents of the interviews were grouped into thematic categories defined from the organization of four groups (aspects related to the construction and deconstruction of drugs addiction from the point of view as much the family as the dependent). The most significant highlighted subjects were related to the family and individual performance of the drugs addict, to the meanings and the established relationship with psychoactive substance, the feelings involved in the entire process, the social environment, the paradoxes, the various forms of treatment, the education standards and intergenerational repetition (involving beliefs and family values), the gender matter differing in certain dimensions and the established inter-relationships in the family system involving the conjugalities
Palavras-chave: Psicologia clínica
Dependência de drogas
Drogas
Família
Clinical psychology
Drug addiction
Drugs
Family
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Brasil, Valéria Rocha. Construção e desconstrução da dependência de drogas: do indivíduo à família. 2013. 157 f. + 421 Anexos. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15246
Data de defesa: 14-Mar-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Valeria Rocha Brasil.pdf467,01 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview
Valéria Rocha Brasil - Anexos.pdfAnexos2,5 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.