???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14943
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os Colegas, Angélica e O Sofá estampado: Lygia Bojunga e a reconstrução da fábula
Autor: Silva, Elisa Cristina da 
Primeiro orientador: Loyola, Juliana Silva
Resumo: A obra de Lygia Bojunga se destaca no cenário brasileiro e internacional, entre outros fatores, pelo tratamento especial que confere aos temas e à linguagem. Seus textos dialogam não apenas com a criança ou o jovem, mas com o homem contemporâneo ao abordar questões como busca da identidade, amizade, descobertas, vida, morte, entre outros. Neste trabalho analisamos três livros da autora, Os Colegas (1972), Angélica (1975) e O sofá estampado (1980), que formam, a nosso ver, uma trilogia fabular, uma vez que o projeto estético de Lygia Bojunga revela elementos que trazem à tona mecanismos de recriação da fábula. O corpus se nos apresenta como altamente significativo também por atuar esteticamente como uma forma de resposta a um movimento próprio do homem. Este corpus apresenta narrativas ágeis, com alto grau de teatralidade, que revisitam a fábula, conferindo-lhe novas nuances a partir de um processo de atualização. Com base nos aspectos literários do corpus e nas principais características do gênero fabular, procuramos mostrar por meio de quais recursos composicionais e com que efeitos estético-literários a escritura de Lygia Bojunga resgata e reinscreve a fábula na contemporaneidade. Considerando que na base do discurso fabular há pelo menos três elementos invariáveis - analogia, moral e oralidade norteamos nossa análise na direção das relações que se estabelecem entre esses elementos e as categorias: narrador, personagens e leitor, tendo como base as pesquisas de Maria Celeste Dezotti, Alceu Dias Lima e Susan Suleiman. Sendo a fábula uma narrativa alicerçada no discurso, procuramos evidenciar os aspectos da voz e oralidade como elementos de teatralização e inovação da narrativa. Esta análise se pauta nos conceitos de voz e oralidade e alguns dos aspectos que eles implicam, como dialogismo e performance, nas teorias de Paul Zumthor e Mikhail Bakhtin
Abstract: Lygia Bojunga s work is recognized in Brazil and internationally, among other aspects, by the special treatment it conveys to the themes and language. Her texts establish a dialogue not only with children or young people, but also with the contemporary men by dealing with questions such as identity, friendship, discoveries, life, death, etc. In this research we analyse three books by Bojunga: Os Colegas (1972), Angélica (1975) and O sofá estampado (1980), which, in our opinion, form a trilogy of fables, once Lygia Bojunga s aesthetic project reveals elements which bring about mechanisms of recreation of the fable. The corpus also presents itself as highly significant, because its narratives act aesthetically as a kind of answer to a natural necessity of men. This corpus presents fast narratives, with a high degree of a stage acting suggestion, which rekindles the fable by casting a new light on it due to an updating process. Based on the literary aspects of the corpus and on fable s main features we intend to demonstrate by which compositional resources and with which aesthetic effects the corpus rescues and rewords the fable in present days. Considering that there are at least three invariable elements on the basis of all fables analogy, moral and orality our analysis will be organized around the relations which are established among these elements and the following categories: narrator, characters and reader, having the works by Maria Celeste Dezotti, Alceu Dias Lima and Susan Suleiman as a basis. Being the fable a narrative based on discourse, we tried to show the aspects of voice and orality as elements of a theatrical scene and innovation of the narrative. This analysis is based on the concepts of voice and orality and some of its aspects, such as dialogism and performance, in theories by Paul Zumthor and Mikhail Bakhtin
Palavras-chave: Fábula
Oralidade
Voz
Performance
Fable
Orality
Voice
Nunes, Lygia Bojunga -- 1932- -- O sofa estampado -- Critica e interpretacao
Nunes, Lygia Bojunga -- 1932- -- Os colegas -- Critica e interpretacao
Nunes, Lygia Bojunga -- 1932- -- Angelica -- Critica e interpretacao
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURA COMPARADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Literatura
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Silva, Elisa Cristina da. Os Colegas, Angélica e O Sofá estampado: Lygia Bojunga e a reconstrução da fábula. 2010. 107 f. Dissertação (Mestrado em Literatura) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14943
Data de defesa: 23-Jun-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elisa Cristina da Silva.pdf594,11 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.