???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13431
Tipo do documento: Dissertação
Título: A fisiologia vitalista de Paul-Joseph Barthez
Autor: Amaral, Maria Thereza Cera Galvão do
Primeiro orientador: Goldfarb, Ana Maria Alfonso
Resumo: Vitalismo é o termo utilizado para denotar qualquer doutrina filosófica, médica ou biológica que considere os fenômenos da vida como irredutíveis aos fenômenos físico-químicos. Embora esse seja um núcleo de definição comum a todas as correntes, doutrinas e visões vitalistas, a expressão será ambígua se não se explicitar o tipo de estudos, concepções e épocas particulares. O objetivo desta dissertação consiste em apresentar o modelo de vitalismo formulado por Paul-Joseph Barthez (1734-1806) médico, fisiologista e filósofo natural da escola francesa de Montpellier. Trataremos, em particular, de sua obra, os Nouveaux éléments de la science de l'homme. Barthez sofreu a influência dos ideólogos e dos enciclopedistas, além de fazer parte da tradição vitalista e química de Montpellier. Seu método de estudo baseava-se na observação de fatos para, posteriormente, analisá-los à luz das teorias fisiológicas existentes. Dessa maneira, Barthez construiu uma proposta fisiológica arquitetada sobre as ações de um princípio vital sobre o corpo dos seres vivos, utilizando essa proposta como base teórica para a elaboração de uma fisiologia vitalista. Nessa tentativa, usou os conceitos da química, física, mecânica, filosofia natural e da filosofia dos enciclopedistas
Palavras-chave: Barthez, Paul-Joseph 1734-1806 -- Critica e interpretacao
Vitalismo
Ciencia -- Historia
Fisiologia
Ideias vitalistas
Teses antivitalistas
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DAS CIENCIAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História da Ciência
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência
Citação: Amaral, Maria Thereza Cera Galvão do. A fisiologia vitalista de Paul-Joseph Barthez. 2001. 126 f. Dissertação (Mestrado em História da Ciência) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2001.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13431
Data de defesa: 30-Nov-2001
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Thereza Cera Galvao do Amaral.pdf4,97 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.