???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13337
Tipo do documento: Dissertação
Título: Carl Sagan: a exploração e colonização de planetas - ficção científica,cência e divulgação
Autor: Souza, Carlos A. Loiola de
Primeiro orientador: Cruz, Eduardo Rodrigues da
Resumo: Obras de ficção científica podem, dependendo de como estiverem estruturadas por seus autores, em nosso caso, o astrônomo Carl Sagan, ser usadas como textos de referência em História da Ciência por sua interdisciplinaridade. O caso específico das viagens interplanetárias, pensadas e teorizadas cientificamente e divulgadas sob a linguagem da ficção científica nos livros de Carl Sagan, é o de que se ocupa esta dissertação. Os autores de textos de ficção, como os colegas de Sagan Arthur Charles Clarke e Isaac Asimov, procuram, como acontece com textos teóricos acadêmicos, assim como também eram alguns dos textos de Sagan, fundamentar suas extrapolações em observações cuidadosas de tendências em ação na sociedade e na ciência e desenvolver sua (narração, no caso de Asimov e Clarke) implementação ou divulgação com rigor e consistência. Ou seja, parte da literatura futurística seria um instrumento importante de análise de História da Ciência para que esta possa pensar em propostas alternativas para uma política científica e de ensino científico que tenha um alcance social. Uma espécie de experimento ou exercício imaginário. Em outras palavras, o que aqui se estuda é a relação entre ficção científica e ciência que fale das viagens interplanetárias e como elas estão expressas nas obras de Sagan. Portanto, a dissertação delimita o que, em primeiro lugar, deve-se considerar sobre as viagens interplanetárias, sua disseminação nos anos de 1930 a 1960 e sua divulgação através de dois dos melhores escritores de ficção científica do século XX, que se empenharam em divulgar idéias científicas ou de Astronáutica para uma melhor compreensão da ciência, do papel da ciência e do impacto da ciência e tecnologia numa sociedade com uma velocidade em movimento rápido, mas sem muitos detalhes. Depois, como foi a realização primordial de algumas dessas fantasias realizadas pelo envolvimento de Carl Sagan, inicialmente, com o complexo militar industrial dos Estados Unidos da América durante a Guerra Fria com a URSS e depois pela NASA. E o que se aprendeu, cientificamente, com a exploração de nosso sistema solar e de nossos planetas mais próximos, de maneira que esses resultados da exploração espacial pudessem ser divulgados com a ajuda da literatura de ficção em forma de alerta sobre os problemas que teremos de enfrentar num futuro bem próximo. E, por último, o destino da humanidade imaginado por Sagan numa espécie de manifesto divulgado por ele mesmo em seus principais livros e aqui analisado para que se pudesse manter o paralelismo de conteúdo e tendências entre as obras de ficção e a literatura acadêmica sobre o desenvolvimento da ciência e da tecnologia e o destino da humanidade e dos indivíduos que a compõem. Isto nos leva a concluir que o estudante de História da Ciência, tendo uma formação inicial ou complementar em humanidades, poderá encontrar na estante de História da Ciência um valioso manifesto para uma reflexão despretensiosa ou para a militância
Abstract: Sci - fi books depending on how they are structured by their authors, might be in our case, the astronomer Carl Sagan, be used as reference texts in Science History by his indisciplinity. The specific case of interplanetary trips, theorized and thought scientificaly and advertised under a sci - fi language in books of Carl Sagan, is what this dissertation talks about.The authors of fiction texts, such as Sagan Arthur Charles Clarke and Issac Asimov, try to found their extrpolate in careful notes of trends that happen in society and science, and develop the ( narration, in Asmov and Clarke´s case ) implication or advertising with rigidity and consistency.On the other hand, part of the futuristic literature would be an important History of Science analysis instrument, for it to be possible of thinking in alternative proposals for a scientific policy and taught which may have a social reach. A kind of experiment or imaginary exercise. In other words, what is studied here, is the relation between sci - fi and science, which talks about interplanetary trips, and how they are explained in Sagan´s books. However, the dissertation, delimitates, in the first instance, must be considered about interplanetary trips, its dissimilation from the 30´s to the 60´s and the adverstising through two of the best sci - fi writers of the twentieth century, whose work was to advertise scientific ideas or Astronautic for a better understanding of the science, its role and the impact of science and technology, in a society which moves really fast, but without many details. After all, as it was a relevant realization of some of these realized fantasies by Carl Sagan´s commitment, initially, with the American industial military complexduring the Cold War against USSR, and after that by NASA.And what we have learned scientifically from the exploration of the Solar Sistem and the nearest planets, in a way that the results of this spacial exploration could be advertised with the help from literature and fiction, in a type of alert about the problems that we will have to face in a near future. At last, the mankind destiny, imagined by Sagan in a kind of manifest advertised by himself in his main books and analysed here for it to be possible to keep its parallelism of contents and trends between sci - fi books and the academic literatureabout the development of science and technology and the destiny of mankind and the individuals that make itself. This is a conclusion that History students having a beginning or complementary graduation in humanities, will be able to find on the shelves of science history, a worthy manifest for an unexpective reflection or for a militancy
Palavras-chave: Ficção científica
Ciência
Viagens interplanetárias
Complexo militar industrial
Carl Sagan
Arthur Clarke
Isaac Asimov
Sci - fi
Science
Interplanetary trips
Industrial military complex
Carl Sagan
Arthur Clarke
Isaac Asmov
Sagan, Carl 1934-1997 -- Critica e interpretacao
Ficcao cientifica -- Historia e critica
Viagens interplanetarias
Área(s) do CNPq: CNPQ::OUTROS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História da Ciência
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência
Citação: Souza, Carlos A. Loiola de. Carl Sagan: a exploração e colonização de planetas - ficção científica,cência e divulgação. 2006. 80 f. Dissertação (Mestrado em História da Ciência) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13337
Data de defesa: 29-May-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CARLOS A LOIOLA DE SOUZA.pdf405,71 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.