???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13328
Tipo do documento: Dissertação
Título: Difusão da pílula anticoncepcional no Brasil, 1962-1972: a mídia e os livros didáticos
Título(s) alternativo(s): Diffusion of oral contraception in Brazil, 1962-1972: mass media and textbooks
Autor: Santana, Joelma Ramos 
Primeiro orientador: Priven, Silvia Irene Waisse de
Resumo: O objetivo do presente trabalho foi explorar aspectos contextuais e historiográficos relacionados à difusão da pílula anticoncepcional, sobretudo entre as mulheres, no período de sua introdução e comercialização, que abrange de 1962 a 1972. Dessa forma, buscou-se analisar como se deu o processo de divulgação da informação sobre o modo de ação do contraceptivo hormonal no organismo feminino, quais eram as implicações associadas e seus supostos riscos e benefícios. A fonte desta pesquisa foram revistas e jornais grande circulação na época e os livros didáticos de biologia destinados ao ensino colegial, resultando num mapeamento das ideias ou argumentos científicos sobre o uso da contracepção oral, assim como do marco sócio-histórico que contornou a divulgação desta. Nosso estudo permitiu conferir que a chegada da pílula causou um intenso debate, menos acerca de questões científicas, que de problemas morais, políticos e religiosas. Quanto aos livros didáticos, continuaram a transmitir conhecimentos sobre anatomia e fisiologia reprodutivas ultrapassados em mais de meio século. O controle da reprodução, quando citado, estava ao serviço de ideias eugenistas e higienistas ou religiosas
Abstract: The present study sought to analyze contextual and historiographical aspects related with the diffusion of oral contraception, particularly among women, along the period of its introduction and initial commercialization in Brazil (1962-1972). Therefore we analyzed how the information on the mode of action of the pill on the female body, related implications and alleged risks and benefits was divulgated. For that purpose the sources used were magazines and journals commonly read at that time and the biology textbooks used in secondary schools. The result was a mapping of the contemporary scientific ideas on oral contraception and the socio-historical framework that circumscribed its divulgation. Our study shows that while the arrival of the pill in Brazil was a cause of heated debate, it dealt less with scientific than with moral, political and religious issues. The school textbooks, in turn, continued to convey information on reproductive anatomy and physiology outdated in more than 50 years. If mentioned at all, the possibility to control fertility was discussed within the context of eugenic, hygienist or religious ideas
Palavras-chave: Difusão da contracepção hormonal
Brasil, 1962-1972
Mídia de massa
Livros didáticos
Diffusion of oral contraception
Brazil, 1962-1972
Mass media
Textbooks
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DAS CIENCIAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História da Ciência
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência
Citação: Santana, Joelma Ramos. Difusão da pílula anticoncepcional no Brasil, 1962-1972: a mídia e os livros didáticos. 2016. 101 f. Dissertação (Mestrado em História da Ciência) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13328
Data de defesa: 11-Mar-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Joelma Ramos Santana.pdf1,39 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.