???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13033
Tipo do documento: Dissertação
Título: São Miguel Paulista Capela de São Miguel Arcanjo interfaces das memórias do patrimônio cultural
Autor: Morais, Isabel Rodrigues de
Primeiro orientador: Brites, Olga
Resumo: Nesta pesquisa, procuro refletir sobre o bairro de São Miguel Paulista e o seu cotidiano, especialmente ligado à presença da Capela de São Miguel Arcanjo. Este templo religioso é considerado um dos exemplares mais antigos da cidade de São Paulo, que conserva sua originalidade. O bairro de São Miguel Paulista, situado na zona leste da cidade, foi nos primeiros anos de sua colonização um aldeamento indígena chamado Ururaí. O processo de ocupação do bairro está, portanto, ligado à fundação da cidade de São Paulo, por ser um local estrategicamente situado, favorável à efetivação da fé cristã no Planalto Piratininga, tendo sido para isso, necessária a construção de uma Capela que serviria de ponto de aglutinação desses índios. O objetivo da pesquisa é analisar as dinâmicas sociais que se estabeleceram e se estabelecem em torno desse bem cultural e as ações que viabilizam sua preservação, enfocando especialmente os períodos que compreendem o tombamento e primeira restauração pelo IPHAN (1939) e tombamento pelo Condephaat (1974), até os dias atuais. Assim, foram analisadas as ações do poder público, principalmente as relativas aos tombamentos, restauração e medidas que visam sua proteção e, ainda, a participação ativa dos sujeitos sociais que se relacionam com esse bem e que vivenciaram e vivenciam esses momentos e que têm ações voltadas para sua preservação. Busco perceber a Capela de São Miguel Arcanjo como parte de uma experiência social que envolve interesses e relações de poder que dão significados diferentes a esse patrimônio, trabalhando as tensões daqueles que a significam como patrimônio do passado e lutam pela sua preservação e, por vezes, daqueles que a vêem como coisa velha e, portanto, não afinada com o progresso . Serviram como fonte de pesquisa os documentos produzidos pelos órgãos oficiais e os depoimentos orais de pessoas relacionadas à capela e ao bairro de São Miguel Paulista, bem como as diferentes produções desses sujeitos. Da interlocução destas ações e produções procuro entender o sentido histórico deste patrimônio cultural
Abstract: In this research, I long to reflect about São Miguel Paulista district and its everyday happenings, especially those related to the presence of São Miguel Arcanjo chapel. This religious temple is considered one of the oldest of its type in the city of São Paulo, that preserves its original state. The São Miguel Paulista district, located in east side of town, was, in the early years of colony settlement, an indigenous site called Ururaí. The district occupation process is, therefore, linked to the foundation of São Paulo city, due to being a strategically well located place, favorable to Christian faith consolidation on Piratininga plateau, being for that, necessary the construction of a Chapel that would serve as an agglutination point for these Indians. The objective of this research is to analyze the social dynamism that were established and are still established around this cultural heritage and the actions that make possible its preservation, focusing especially the timing that comprehend the registration as listed building and the first restoration made by IPHAN (1939) and the registration as listed building made by Condephaat (1974), until the present days. Thus, public power actions were analyzed, mainly, those related to the registrations as listed building, restoration, and measures aimed to its protection and, yet, the participation of social individuals that interact with this heritage and that have experienced and still experience this moments and that have actions directed towards its preservation. On this way, I pursue to recognize the São Miguel Arcanjo Chapel as part of a social experience that involve interests and relations of power that give different meanings to this patrimony, analyzing the stress of those that perceive it as a heritage and fight for its preservation and, on the other hand, of those who see it as an old thing and, therefore, non-aligned with the progress . Served as source of research the documents produced by official government agencies and oral testimony of people having relations with the Chapel and São Miguel district, as well as the different outputs of these individuals, pursuing to understand the historical role of this cultural heritage
Palavras-chave: Memória
História oral
Patrimônio
Cidade
Cultura
Memory
Patrimony
Oral history
Culture
Town
Capela de Sao Miguel Arcanjo (Sao Miguel Paulista, SP)
Sao Miguel Paulista, SP
Patrimonio cultural
Conservacao historica
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Morais, Isabel Rodrigues de. São Miguel Paulista Capela de São Miguel Arcanjo interfaces das memórias do patrimônio cultural. 2007. 242 f. Dissertação (Mestrado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13033
Data de defesa: 12-Nov-2007
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Isabel Rodrigues de Morais.pdf6,02 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.