???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12993
Tipo do documento: Dissertação
Título: Melhorar para não mudar: ferrovia, intervenções urbanas e seu impacto social em Ouro Preto-MG, 1885-1897
Autor: Mantovani, André Luiz
Primeiro orientador: Fraga, Estefânia Knotz Canguçu
Resumo: Este trabalho pretende analisar alguns dos impactos provocados pela ferrovia, quando passou a fazer parte do espaço urbano de Ouro Preto e da vida das pessoas que residiam ali no final do século XIX. Procura investigar a percepção que grupos da sociedade mineira e ouropretana possuíam desta tecnologia, bem como as suas expectativas em torno de sua instalação. Após a Proclamação da República, em 1889, a intenção de se transferir a capital de Minas Gerais de Ouro Preto para outra região do estado ganhou força. Um dos argumentos que justificariam essa medida era o fato do espaço urbano da cidade não condizer com o modelo dos novos tempos, não havendo meios de melhorá-la. A interligação de Ouro Preto a outras partes do estado e à cidade do Rio de Janeiro, foi uma das alternativas tomadas para se evitar a mudança. Outra estratégia foi a realização de melhoramentos na malha urbana, tendo em vista o ramal ferroviário. Também será observado o surgimento de novas experiências cotidianas proporcionadas pela ferrovia, tais como a facilidade de circulação de pessoas, informações, mercadorias e até mesmo doenças
Abstract: This work intends to analyze some of the impacts provoked by the railway, when she started to do part of the urban space of Ouro Preto and of the people s life that they resided there in the end of the 19th century. It tries to investigate the perception that groups of the Minas and Ouro Preto s elite possessed of this technology, as well as its expectations around its installation. After the Proclamation of the Republic, in 1889, the intention of transferring the capital of Minas Gerais of Ouro Preto for another area of the state won force. One of the arguments that would justify that measured it was the fact of the urban space of the city non to correspond with the model of the new times, not having means of improving it. The ligation of Ouro Preto the other parts of the state and to the city of Rio de Janeiro, it was one of the alternatives takings to avoid the change. Another strategy went to accomplishment of improvements in the urban mesh, tends in view the rail extension. The appearance of new daily experiences provided by the railway will also be observed, such as the easiness of people s circulation, information, goods and even diseases
Palavras-chave: ferrovia
urbanismo
Ouro Preto
tecnologia
railway
urbanization
Ouro Preto
technology
Ouro Preto, MG -- Historia
Ferrovias -- Ouro Preto, MG -- Historia
Urbanizacao -- Ouro Preto, MG
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Mantovani, André Luiz. Melhorar para não mudar: ferrovia, intervenções urbanas e seu impacto social em Ouro Preto-MG, 1885-1897. 2007. 185 f. Dissertação (Mestrado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12993
Data de defesa: 30-May-2007
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
andre mantovani.pdf1,06 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.