???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12947
Tipo do documento: Dissertação
Título: Testemunhos de poéticas negras: de Chocolat e a Companhia Negra de Revistas no Rio de Janeiro (1926-1927)
Autor: Nepomuceno, Nirlene
Primeiro orientador: Antonacci, Maria Antonieta Martinez
Resumo: Esta dissertação procurou apreender formas de organização não institucionais da população negra no Rio de Janeiro, no período compreendido entre os últimos anos do século XIX e as três primeiras décadas do XX. Preterido pelo imigrante europeu no mundo do trabalho livre, o negro não se acomodou. Marcou sua presença em múltiplos espaços e afazeres urbanos, forçou brechas, movimentou-se de várias maneiras, inventando e conquistando lugares a partir de seus referenciais culturais de vida, criando alternativas de inserção que não foram reconhecidas pela lógica formal do trabalho moderno , como o mundo do entretenimento que começava a formar-se no Rio de Janeiro. Surpreendemos, nos palcos do espetáculo-negócio , uma presença predominantemente negra, reforçada por artistas afro-descendentes no que poderia ser chamado de circuitos Europa-Estados Unidos- Caribe-Brasil. Evidenciando entrelaçamentos e contínuos contatos, trocas e tensões entre diásporas negras de diferentes partes do mundo, que se influenciavam mutuamente, transformando e difundindo produtos culturais uns dos outros, artistas negros valeram-se do divertimento para ampliar discussões em torno de temas que afetavam diretamente o segmento negro da população nas décadas que se seguiram ao pós-abolição. Como grande expressão dessas dinâmicas de culturas negras acompanhamos a emergência, as relações e os enfrentamos de De Chocolat e a Companhia Negra de Revista no Rio de Janeiro, no período de 1926/27
Abstract: The objective of this dissertation is to catch organizations formed by black people between the last years of the 19th Century and the first decades of the 20th Century in Rio de Janeiro. Disregarded by the European immigrants in the post abolition period, the black man was forced to create his own identity and cultural reference. He became present in several places and urban activities. He discovered an alternative means of survival such as the entertainment world which started in Rio de Janeiro. There was a surprisiling predominance in show business of popular Brazilian black artists and other black artists from African Diaspora in Europe-The United States-Caribbean-Brazil circuit. This presence showed in an interweaving changing of contacts and tension. People influenced themselves, changed and broadcasted their own cultural products. Brazilian black artists used the amusement to expand discussions about important themes to all black people in the first decades after slavery ended
Palavras-chave: Pós-abolição
Negro no Rio de Janeiro
Teatro negro
Teatro de revista
Identidade
Cultura
Entretenimento
Black people
Post abolition
Culture identity
Black theatre
Music hall
Entertainment
Companhia Negra de Revistas (Grupo teatral)
De Chocolat -- 1887-1956
Atores negros
Negros -- Rio de Janeiro, RJ -- Historia
Rio de Janeiro, RJ -- Historia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Nepomuceno, Nirlene. Testemunhos de poéticas negras: de Chocolat e a Companhia Negra de Revistas no Rio de Janeiro (1926-1927). 2006. 167 f. Dissertação (Mestrado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12947
Data de defesa: 27-Jun-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao NIRLENE NEPOMUCENO.pdf1,7 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.