???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12060
Tipo do documento: Dissertação
Título: O sentido da deficiência Auditiva e uso de aparelhos de amplificação sonora para idosos
Título(s) alternativo(s): The meaning of hearing impairment and hearing aid for the elderly people
Autor: Costa, Karen Christyna Formaris
Primeiro orientador: Russo, Ieda Chaves Pacheco
Resumo: Esta pesquisa teve como objetivo estudar o sentido da deficiência auditiva e do uso de aparelhos de amplificação sonora (AAS) para idosos. Para tal, optamos por uma perspectiva qualitativa de produção de conhecimento, utilizando como método a análise das práticas discursivas como forma de compreender a produção de sentidos no cotidiano (Spink, Medrado, 2004). Desse modo, após a realização de nove entrevistas abertas, foi possível estabelecer as categorias definições, causas, uso de AAS, social, afetividade e derivações e construir mapas dialógicos para cada participante. Como resultados observamos que a deficiência auditiva adquiriu o sentido da limitação do contato com o outro, sendo associada ao envelhecimento. Ao deficiente auditivo foi atribuído o sentido negativo de ser menos capaz. Aos AAS foram atribuídos sentidos positivos e negativos, uma vez que adquiriram o caráter de instrumentos que possibilitam o re-estabelecimento do contato com o outro e que afastam o deficiente auditivo da situação de incapacidade, mas que não o fazem totalmente, uma vez que não resolvem todas as dificuldades comunicativas decorrentes da deficiência auditiva. As reações dos participantes e dos outros frente a tais dificuldades mostraram a fuga das situações em que a comunicação é exigida, sendo a deficiência auditiva, então, mais um fator de desagregação social. As emoções expressas pelos participantes revelaram o significativo impacto da deficiência auditiva e uso de AAS em suas vidas. Assim, concluímos que os sentidos da deficiência auditiva e uso de AAS influenciam na aceitação da primeira, bem como na adaptação desses equipamentos, podendo responder pela desistência de seu uso. Além disso, notamos que a deficiência auditiva e os AAS adquirem sentido, essencialmente, na relação do sujeito com o outro, em sua facilitação ou restrição, uma vez que incidem sobre aquilo que permite tal relacionamento, ou seja, a comunicação
Abstract: This research had as objective to study the meaning of the hearing impairment and of the hearing aids usage by the elderly. For this, we made an option to a qualitative perspective of knowledge production, using as method the analysis of the discursive practices as a way of understanding the production of meaning in daily life (Spink, Medrado, 2004). In this way, after the accomplishment of nine opened interviews, it was possible to establish the following categories: definitions, causes, hearing aids usage, social, affectivity and derivations and to make dialogic maps for each participant. As results we observed that the hearing impairment acquired the meaning of the limitation of the contact with the other, being associated to the aging. To the hearing impaired was attributed the negative meaning of someone that is less capable. To the hearing aids had been attributed positives and negatives meanings, because they acquired the character of instruments that make possible the reestablishment of the contact with the other and that take away the hearing impaired from the situation of incapacity, but do not make it in a total way, because do not solves all the hearing impairment s difficulties. The reactions of the participants and of the others when such difficulties appears had shown the escape of the situations where the communication is demanded, being the hearing impairment a factor of social disaggregation. The emotions expressed by the participants had shown the significant impact of the hearing impairment and of the use of the hearing aids in their lives. So we conclude that the hearing impairment and the use of hearing aids influence at the acceptance of the first one and at the fitting of those equipments, being able to answer for the giving up of its use. So we conclude that the hearing impairment and the hearing aids acquire meaning, essentially, in the relationship with the others, in its improvement or restriction, a time that happens on what allows such relationship, that is, the communication
Palavras-chave: Deficiência auditiva
Idoso
Envelhecimento
Práticas discursivas
Hearing impairment
Hearing aids
Elderly people
Aging
Discursive pratice
Idoso surdo
Auxiliares de audicao
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FONOAUDIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Fonoaudiologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia
Citação: Costa, Karen Christyna Formaris. The meaning of hearing impairment and hearing aid for the elderly people. 2006. 227 f. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12060
Data de defesa: 31-Jul-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao karen Christyna Formaris Costa.pdf3,4 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.