???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1175
Tipo do documento: Dissertação
Título: Governança corporativa: estudo de médias de retorno entre IGC e Ibovespa no período de Jun/01 à Mar/06
Autor: Securato, José Cláudio 
Primeiro orientador: Famá, Rubens
Resumo: A pesquisa pretendeu verificar a existência de evidências que a adoção de reconhecidas práticas de governança corporativa pelas empresas, por meio do mercado de ações da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), em seus níveis de diferenciação de governança (nível 1 e nível 2) e Novo Mercado geram valor para essas empresas, por meio da valorização da cotação de suas ações em bolsa frente às empresas que não têm tais práticas. Para comprovar essas evidências, testou-se a hipótese que a média de retornos do Índice de Ações com Governança Corporativa (IGC) é maior do que a média de retornos do Ibovespa(EX), ou seja, do Ibovespa modificado com expurgo das ações que compõe o IGC. Os testes t de Student e de Wilcoxon foram apropriados para esse tipo de situação, onde o teste t é aplicável quando P1 e P2 supostas são normais, com médias μ e μ + Δ, respectivamente, e com a mesma variância. O teste de Wilcoxon aplica-se para P1 e P2 quaisquer, mas suponha-se que a escala de medidas seja pelo menos ordinal. Assim, para realizar a pesquisa foi necessário testar preliminarmente a igualdade das variâncias pelo teste de Wilcoxon, para posteriormente realizar o teste de média t de Student. O resultado aceita H0 no teste de mesma variância, isto é , e corrobora a hipótese de que as variâncias do Ibovespa(EX) e do IGC não são diferentes. Por outro lado, no teste de média, rejeitou-se a hipótese nula, mostrando evidências de que o retorno médio do IGC é maior do que o retorno médio do Ibovespa(EX). Comprovou-se a inferência de maiores retornos, na média, das companhias com práticas diferenciadas de governança corporativa (IGC, neste trabalho) frente às corporações que não adotam tais práticas (Ibovespa expurgado, neste trabalho). As limitações do estudo centram-se na premissa que os dados coletados apresentam distribuição normal, pressuposto inclusive dos testes de t de Student e de Wilcoxon que foram realizados. No mais, deve-se considerar que o fato do IGC ser um índice recente (desde 2001) há certa limitação na quantidade de dados. Portanto, os resultados comprovam estatisticamente a tese apresentada. Além dos testes mostrarem que os retornos dos Ibovespa e do IGC são diferentes, os resultados mostraram que, de fato, as empresas que aderiram à listagem diferenciada da Bovespa (IGC), por adotarem práticas diferenciadas de governança corporativa, seja no Nível 1, no Nível 2 ou no Novo Mercado, tiveram retornos superiores às empresas que permaneceram na listagem tradicional da Bovespa
Abstract: The research intends to show the evidence that the case of existing practices of corporate governance by companies through São Paulo Stock Exchange (Bovespa) in their different levels of value to this companies through the increase in the value of their stocks if compared with the companies that have no corporate governance practices. To prove the evidence true the hypothesis tested is that the average revenue of IGC (Corporate Governance Index) is higher than the average revenue of Ibovespa(EX) (São Paulo Stock Exchange Index Modified, that is the modified Bovespa without the stocks of those companies that comprises the IGC). The Student t and Wilcoxon tests showed to be appropriate to this situation in which the t test is applicable where the supposed P1 and P2 are ordinary with μ and μ + Δ, respectively with the same variance. The Wilcoxon test is applicable to any P1 and P2, being the scale of measures ordinal. Being so for the research to carried out it was necessary to test a priori the equal variances through the Wilcoxon test in order to carry out the t student average test later. The result takes Ho in the test of the same variance this is and proves the hypothesis that Ibovespa(EX) and IGC variances are not different. On the other hand in the average test the null hypothesis was rejected, showing evidence that the IGC average revenue is higher than the Ibovespa(EX) average revenue. It was proved that the revenue of the companies that used different corporate governance practices (IGC) was, in average higher than the revenue of those companies that did not use those practices (Ibovespa(EX)). The Study is limited by the premise that the considered data show ordinary distribution. The same condition applies to the student t and wilcoxon tests. Moreover, it should be considered that being the IGC a recent (since 2001), there is certain restriction in the volume of data. Therefore, the thesis is born by statistic results. Besides showing that Ibovespa(EX) and IGC revenue are different, the results show that, in truth, the companies listed in IGC, as companies that use corporate governance practices (levell, level 2 and new market) had higher revenue than the companies that remained in the Bovespa traditional list
Palavras-chave: Ibovespa
IGC
Corporate governance
Governanca corporativa
Sociedade por acoes -- Brasil
Indices de mercado de acoes
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS::ADMINISTRACAO FINANCEIRA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Administração
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração
Citação: Securato, José Cláudio. Governança corporativa: estudo de médias de retorno entre IGC e Ibovespa no período de Jun/01 à Mar/06. 2006. 129 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1175
Data de defesa: 31-Jul-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao Jose Claudio Securato.pdf510,91 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.