???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1085
Tipo do documento: Dissertação
Título: Cultura e mudança organizacional: estudo de caso em uma empresa brasileira de grande porte
Autor: Mazi, Marina de 
Primeiro orientador: Mañas, Antonio Vico
Resumo: Este trabalho se propõe a identificar se há prontidão para mudança de uma empresa brasileira de grande porte, na percepção que seus líderes tem sobre a cultura organizacional. Como desdobramento desse propósito e com base na análise de diferentes abordagens em Cultura Organizacional, foram identificados os elementos da cultura que, na percepção da liderança, podem impulsionar ou favorecer a mudança organizacional e aqueles que podem restringir ou dificultar a mudança organizacional. Foi realizada uma pesquisa exploratória por meio de um estudo de caso, como parte de um projeto de consultoria em curso nesta Organização. Para a coleta de dados, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com uma amostra de 160 líderes da Organização, realizadas individualmente com dez executivos da alta direção (Conselheiros (um), Presidente (um), Vice-Presidentes (um), Presidentes das Controladas (dois) e Diretores (cinco)). O nível de gerente foi ouvido por meio de Grupo de Foco (10), com 15 pessoas em cada grupo, totalizando 150 gerentes e 10 entrevistas. O tratamento dos dados foi realizado por meio da análise de conteúdo, seguindo as fases propostas por Bardin (1977) de pré-análise; exploração do material; e tratamento dos resultados: inferência e interpretação. Este trabalho é parte de um projeto maior de pesquisa sobre o tema de transformação cultural. Os resultados mostraram os seguintes fatores impulsionadores para mudança organizacional, na percepção de seus líderes: patrocínio da alta direção, engajamento das pessoas, orgulho de pertencer, orgulho da história e solidez, comprometimento da base , Código de Ética, projetos inovadores, foco em sustentabilidade, certificações foco em processos e qualificação técnica. Os seguintes fatores restritivos foram identificados: falta de clareza no direcionamento estratégico, estilo da liderança centralizador que não implementa mudanças, arrogância, mindset de departamento, feudos e falta de integração da liderança, lentidão na resposta aos desafios, falta de meritocracia, intolerância ao erro, centralização do processo decisório e falta de processo sucessório. Estes resultados evidenciaram que os fatores impulsionadores per si não sustentam a mudança necessária a esta Organização. Ficou evidenciada ainda a presença de aspectos comportamentais e emocionais ditos soft, além daqueles concretos e objetivos ditos hard
Abstract: This study intends to identify the presence of i change readiness of a Brazilian big company , in perception that their leaders have about organizational culture. As an extension of this purpose and based on the analysis of different approaches in Organizational Culture, the elements of culture that would propel or promote organizational change and those ones that would restrict or hinder organizational change were identified, in the leaders point of view. An exploratory research was done through a case study. In order to collect data, semistructured interviews were conducted with a sample of 160 leaders of the organization, conducted individually with ten executives in senior management (Directors (one), President (one), Vice-Presidents (one), Presidents of the Subsidiaries (two) and Directors (five). Managers were heard in Focus Group (10), with 15 people in each group, totaling 150 managers and 10 interviews. Processing of the data was held through content analysis, following the steps proposed by Bardin (1977) pre-analysis, material exploration, and processing of the results: inference and interpretation. This work is part of a wider project of research on the topic of cultural transformation The results showed the following factors that contributed for organizational change in the perception of their leaders: sponsorship of senior management, people s engagement, proud to be part, proud of the history and robustness of organization, commitment of "base", code of ethics, innovative projects, focus on sustainability, certifications: focus on processes, technical skills. The following restrictive factors were identified: lack of clarity in strategic direction, centralized leadership style leaders do ot implement changes, arrogance, mindset department, "feuds" and lack of integration of leadership, slowness in responding to challenges, lack of meritocracy, intolerance to error, centralization of decision-making and lack of succession plan process. These results showed that the push factors itself do not support the necessary change to this Organization. It was evident also both aspects: the behavioral and emotional aspects - said soft beyond those concrete and objective - the hard ones
Palavras-chave: Cultura organizacional
Liderança
Percepção
Mudança organizacional
Organizational culture
Leadership
Perception
Organizacional change
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Administração
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração
Citação: Mazi, Marina de. Cultura e mudança organizacional: estudo de caso em uma empresa brasileira de grande porte. 2013. 64 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1085
Data de defesa: 9-Oct-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marina de Mazi.pdf365,85 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.