???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10498
Tipo do documento: Dissertação
Título: Práticas de reforço e recuperação em escola fundamental estadual de ciclo II em São Paulo
Título(s) alternativo(s): Practice of reinforcement and recuperation in cycle II of São Paulo State public fundamental school
Autor: Pereira, Ana Maria
Primeiro orientador: Marin, Alda Junqueira
Resumo: Este estudo teve como finalidade contribuir para a compreensão do modo pelo qual as políticas públicas se efetivam dentro da escola. A questão central orientadora do estudo foi a de saber como a escola vem operando no que diz respeito ao reforço e recuperação para evitar o fracasso no regime de ciclos com progressão continuada. Para tanto decidiu-se por um estudo das práticas em sala de reforço em escola de Ciclo II 5ª a 8ª séries na rede estadual paulista. A pesquisa foi realizada durante os anos de 2003 e 2004 utilizando-se pesquisa documental: legislação desde a década de 1960 até início da década de 2000, documentação da escola, dos alunos e professores. Foram realizadas observações nas aulas de reforço e entrevistas com professores e equipe técnica da escola, localizada em São Paulo. O processo de reforço analisado centrou-se em Português para 5ª, 7ª e 8ª séries. Os dados empíricos obtidos foram analisados organizando-se três chaves de análise: seleção de alunos para composição das classes, processo de ensino na sala de reforço e processo de avaliação e retorno para a classe regular. O estudo teve como referencial de análise conceitos de cultura escolar propostos por Viñao Frago e Dominique Julia, dispositivos escolares abordados por Anne Marie Chartier, atividades práticas e cultura conceituados por Gimeno Sacristan e Pérez Gómez. Tais conceitos levaram a estabelecer a hipótese, confirmada, de que as escolas, por um lado fazem um atendimento formal, burocrático das exigências legais quanto ao reforço e recuperação, mas que, por outro lado não é possível negar a interferência do professor nesse processo e em certas inovações que, nessa escola, se materializaram por providências para criação de uma semana pedagógica para os alunos com dificuldades ao final dos bimestres. Além disso, confirmou-se a hipótese de que as práticas utilizadas para recuperação e reforço reproduzem as práticas de aulas sedimentadas constituidoras da cultura da escola e dos professores, sobretudo por meio dos exercícios de treinamento, tanto para os alunos da 5ª série que estavam se alfabetizando como para os das demais séries com tipos de textos variados. Verificou-se, ainda, a incongruência dos conceitos de reforço e recuperação em diversificadas instâncias da rede escolar.
Abstract: The aim of this study is to contribute for the best knowledge of how public politics acts educational system. The main question that had to be answered was what schools had done to avoid the failure of the cycle regime with continuous progress, considering reinforcement and recuperation. In this sense, the practices adopted in reinforcement classes in cycle II schools 5th to 8th grade of São Paulo State public schools was studied. The search was made from 2003 2004 by means of documental analysis: educational lows from 60 s decade to the beginning of 2000 decade, schools papers, student and teacher papers. A series of observations was conducted during the reinforcement classes, interview with teachers and school staff also was made. The reinforcement process analyzed was focused on Portuguese language matter in 5th, 6th and 8th grades. The empiric data obtained for analysis was organized in three ways: selecting students for class s composition, learning process in the reinforcement class and evaluation process for pupils return to regular classes. This study was based in concepts proposed by Viñao Frago, Dominique Julia, Anne Marie Chartier, Gimeno Sacristan and Pérez Gómez that states the confirmed hipotesys in which educational system works with formal and bureacratic legal exigencys for reinforcement as well as recuperation but isn t free from teachers interference and from solutions like the statement of a recuperation week in the bimester end. Further more, it was also confirmed that the used practices for recuperation and reinforcement had only reproduce the established practices consolidated by the traditional school and teacher culture of learning, mainly due to the extensive use of training exercises as for 5th grade, that was in alphabetization stage, as for the other grades, using a variety of lecture texts, It was also observed that the concepts of reinforcement and recuperation isn t well understood in all levels of the educational hierarchy.
Palavras-chave: Educação
ensino fundamental
ciclo II 5ª a 8ª série
reformas
políticas públicas de educação
reforço
recuperação
cultura escolar.
Education
primary school
cycle II 5th to 8th grade
reforms
public politics of education
reinforcement
recuperation
school culture.
Ensino fundamental - Recuperação
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade
Citação: Pereira, Ana Maria. Practice of reinforcement and recuperation in cycle II of São Paulo State public fundamental school. 2005. 216 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/10498
Data de defesa: 25-Feb-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política Sociedade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Praticas Reforco Recup Escola Fund Est Ciclo II SP.pdf17,42 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.