???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9834
Tipo do documento: Tese
Título: Política e práticas formativas em confronto na cidade de São Paulo a partir da gestão Paulo Freire (1989-1992): representação de professores sobre a escola
Título(s) alternativo(s): Policy and training practices at odds in São Paulo, since Paulo Freire s management (1989-1992): teachers school representation
Autor: Claudio, Claudemiro Esperança 
Primeiro orientador: Saul, Ana Maria
Resumo: Na cidade de São Paulo, desde 1956, a educação pública municipal vem se estruturando em dois sentidos: oferecer vagas nas diversas modalidades de ensino e oferecer formação em serviço para professores de sua rede. Propostas de formação em serviço, modernização de gestão, avaliações externas, prêmio por desempenho educacional estão no bojo dessas mudanças. Nesse contexto, o objetivo desta tese é, a partir da análise das formações oferecidas aos professores em dois governos específicos Luiza Erundina de Sousa (1989-1992) e Gilberto Kassab (2006-2012) , com suas respectivas gestões no campo educacional a de Paulo Freire e a de Alexandre Schneider , compreender as representações a respeito da escola e da formação em serviço dos professores que vivenciaram esses governos, no que diz respeito às razões para o sentimento de autoria e alienação nessas formações e o decorrente desdobramento no fazer em sala de aula. Foi, então, realizado um estudo histórico tanto da formação inicial, no Brasil e na cidade de São Paulo, como das formações oferecidas pela Secretaria Municipal de Educação. Partiu-se da hipótese de que a radicalidade da política de formação de professores na gestão Freire (1989-1992), à frente da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, foi resultado de posicionamento político com vistas à educação crítico-transformadora, proposta que não teve continuidade nas ações decorrentes das políticas educacionais das gestões posteriores. Além de empreender uma discussão a respeito do currículo que perpassa todos os momentos aqui apresentados, foi feita uma análise das histórias de vida de professores que atuaram nos dois governos citados. De acordo com as contribuições oferecidas pelo método qualitativo, as histórias de vida aqui analisadas apontam as razões para percepções tão opostas a respeito das formações oferecidas e reforçam a ideia de que a alienação inviabiliza o processo formativo em gestões que não consideram o professor como sujeito
Abstract: Since 1956 in the city of São Paulo, the municipal public education has been suffering structural changes in two ways: to offer placements in the various educational modalities and to offer training courses during work hours to teachers of its educational system. Proposals for training courses during work hours, administrative modernisation, external exams, award for educational performance are at the core of these changes. In this context, the objective stated here is to analyse the training courses offered during two specific governments: Luiza Erundina s and Gilberto Kassab s, with their specific administrations in the educational field, Paulo Freire and Alexandre Schneider, and to understand the representations of school and training courses for teachers who lived through these governments. What we seek to comprehend are the reasons for the feeling of authorship and alienation in these training courses and the resulting unfoldment of teaching in the classroom. To complete this thesis, a historical study is carried out both of initial training courses in Brazil as well as in the city of São Paulo, and of training courses offered by the Municipal Secretariat of Education. We consider that the radicality of the training policies for teachers in the administration of Paulo Freire (1989-1992), who was in charge of the Municipal Secretariat of Education in São Paulo, was the result of a political position that advocated a critical-transformative education. This proposal was not adopted by the subsequent administrations educational policies. We take part in a discussion about the syllabus that permeates through all the moments presented here, as well as the life accounts of teachers who worked during the two governments aforementioned. With the qualitative method s contributions, the life accounts analysed here suggest reasons for quite contrary perceptions of the training courses that were offered and reiterate the idea that alienation prevents the formative process in administrations which do not consider teachers as individuals
Palavras-chave: Formação de professores
Rede municipal de ensino
Representação.
Training courses for teachers
Municipal educational system
Representation
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::CURRICULO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo
Citação: Claudio, Claudemiro Esperança. Policy and training practices at odds in São Paulo, since Paulo Freire s management (1989-1992): teachers school representation. 2015. 281 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9834
Data de defesa: 3-Mar-2015
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Claudemiro Esperanca Claudio.pdf1,66 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.