???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9636
Tipo do documento: Tese
Título: Comunidade de formação e prática pedagógica indígena: inclusão digital e identidade cultural
Título(s) alternativo(s): Community training and indigenous pedagogical practice: digital inclusion and cultural identity
Autor: Pedrosa, Neide Borges 
Primeiro orientador: Almeida, Maria Elizabeth de
Resumo: A presente pesquisa vincula-se à linha de pesquisa Novas Tecnologias em Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação da PUC-SP. Realizou-se uma investigação no contexto das aldeias indígenas das etnias Arara e Gavião, que vivem na Terra Igarapé Lourdes do Município de Ji-Paraná, em Rondônia. Inspirada nos ideais de uma escola diferenciada, a pesquisa referenciou-se pela valorização plena das culturas dos povos indígenas, afirmação e manutenção de sua diversidade étnica. Daí enfocar a inclusão digital numa perspectiva emancipatória, por meio da qual se respeita a diversidade em contraposição à adaptação a um modelo dado e imposto às comunidades indígenas. Foi definido como objetivo geral investigar a implantação e implementação de ambientes digitais nas referidas aldeias, como parte de um processo de inclusão digital das comunidades indígenas que ali vivem, como parte de um processo de inclusão digital das comunidades indígenas que ali vivem, numa perspectiva de emancipação.Este, por sua vez, teve por finalidade conhecer como se deu a chegada das TIC na escola e na comunidade indígena. Isso exigiu interpretar e compreender os significados visíveis e os latentes que o indígena atribui às TIC, bem como, o sentimento que experimenta frente ao desafio de se incluir nessa cultura digital e, ao mesmo tempo, zelar pela preservação de sua cultura. Dentre outras justificativas destacou-se a questão do direito de acesso às inovações tecnológicas e ao conhecimento como dimensão fundamental da vida contemporânea em sociedades democráticas. A metodologia fundou-se numa abordagem qualitativa, em que a ação e a participação constituíram-se aspectos fundamentais que permitiram num movimento de ação- reflexão- ação, concluir que os indígenas têm clareza de que precisam ter acesso às tecnologias e informações do mundo globalizado, fortalecendo os laços entre seus pares e com outros grupos étnicos para, assim, fortalecerem a luta por seus interesses e sobrevivência
Abstract: This research is linked to the research line of New Technologies in Education Graduate Program in Education at PUC-SP. We conducted an investigation in the context of the Indian villages of the ethnic and Macaw Hawk, who live in the Land of Lourdes affluent city of Ji-Paraná, Rondônia. Inspired by the ideals of a different school, the research referenced by the full appreciation of the cultures of indigenous peoples, affirmation and maintenance of its ethnic diversity. Hence the focus on digital inclusion in an emancipatory perspective, through which respects diversity as opposed to adaptation to a given model and imposed on indigenous communities. Was defined as general objective to investigate the establishment and implementation of digital environments in these villages as part of a process of digital inclusion of indigenous communities who live there, so as to provide concrete and objective conditions necessary to achieve the central axis of the study .This, in turn, aimed to know how was the arrival of ICT in school and the community. This required to interpret and understand the meanings visible and hidden attributes that the Indian ICT, as well as experiencing the feeling forward to the challenge of this include digital culture and at the same time, ensure the preservation of their culture. Among other reasons highlighted the question of the right of access to technological innovations and knowledge as a fundamental dimension of life in contemporary democratic societies. The methodology based on a qualitative approach, in which action and participation constituted fundamental aspects that allow a movement of actionreflection- action, concluding that indigenous peoples have a clarity that need access to information technologies and the globalized world strengthening ties among their peers and with other ethnic groups to thus strengthen the struggle for their interests and survival
Palavras-chave: Inclusão digital
Humanização
Emancipação
Digital inclusion
Humanization
Emancipation
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::CURRICULO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo
Citação: Pedrosa, Neide Borges. Comunidade de formação e prática pedagógica indígena: inclusão digital e identidade cultural. 2011. 320 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/9636
Data de defesa: 16-Nov-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Neide Borges Pedrosa.pdf2,52 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.